Viagora

Família de Lucas Vinícius quer novo exame de DNA em corpo carbonizado

Em vídeo a mãe do estudante, Ana Lúcia Monteiro, afirma que a decisão de pedir um novo teste no corpo surgiu após conversa com o perito responsável.

Nesse sábado (02), a família de Lucas Vinícius Monteiro que está desaparecido há mais de 60 dias, publicou no perfil do Instagram um vídeo pedindo que o exame de DNA no corpo encontrado carbonizado encontrado na zona Sudeste de Teresina seja refeito.

Em vídeo a mãe do estudante, Ana Lúcia Monteiro, afirma que decisão de pedir um novo exame no corpo surgiu após conversa com o perito responsável pelo teste, “Ele nos passou que o serviço dele á 100% integro, só que ele nos disse assim; eu não posso garantir para vocês que o material que veio do IML para nós fazermos o DNA seja do corpo carbonizado”, disse.

Foto: Arquivo pessoal/ InstagramLucas Vinícius, estudante
Lucas Vinícius, estudante

Ainda em postagem, Ana Lúcia, pede que o exame seja refeito em São Paulo. “Nós não estamos confiantes no resultado que deu não, eu quero pedir que seja feita a contra prova pelo Ministério Público, nós queremos fazer o DNA, que o nosso perito colete o material, e seja feito o DNA aqui em São Paulo”, informa.

A postagem também possui um pedido da mãe de Lucas, que os aparelhos celulares da família da namorada do filho fossem rastreados. “Já que a mãe (da namorada de Lucas), passou que não existe uma imagem que não existe integridade das autoridades em Teresina, a gente precisa que seja rastreado o celular da família Vasconcelos também”, comentou.

O advogado da família Thiago Tardelli, falou ao Viagora sobre o pedido. “É uma questão pessoal, que eles expuseram no vídeo, então o que a defesa puder fazer para atuar nesse sentido, desde que não tumultue o processo, não vejo porque não refazer”, comentou

Ainda de acordo com Thiago Tardelli, as investigações continuam, e a família aguarda o resultado do inquérito para prosseguir para o próximo estágio do processo.

“A gente está aguardando o resultado do inquérito policial, está sendo feitos os depoimentos, as diligência, mas a gente está aguardando o resultado do inquérito. O que está sendo aguardado após essa prorrogação é que eles consigam fazer as perícias nos aparelhos telefônicos, que sejam feitas todos os depoimentos”, informa.

Sobre o caso

O jovem desapareceu no dia 24 de abril de 2022 por volta da 1h da madrugada. Conforme relatos da namorada, a última vez que foi visto, o estudante estava próximo a mureta da ponte Juscelino Kubitschek em Teresina.

Conforme o advogado Tardelli, o inquérito deve estar sendo finalizado pela polícia nos próximos dez dias e que logo após conclusão a família deverá se pronunciar.

Mais conteúdo sobre:

Polícia

Facebook
Indicado para você
Veja também