Viagora

Patricia Lelis é procurada pelo FBI acusada de fraude de R$ 3,4 mi

Segundo a Justiça americana, a brasileira Patrícia Lélis é acusada de se passar por advogada de imigração e aplicar fraude em clientes

A brasileira Patrícia Lélis está sendo procurada pela Polícia Federal Americana, após uma acusada de fraude contra imigrante. A Justiça dos Estados Unidos afirmou que a brasileira estava se passando por uma advogada especializada em imigração, e chegou a movimentar cerca de 700 mil dólares (R$ 3,4 milhões).

De acordo com um comunicado emitido, Lélis é acusada de fraude eletrônica, transações monetárias ilegais e roubo de identidade agravado. O nome dela foi incluído na lista de procurados do FBI [Federal Bureau of Investigation].

Segundo a acusação, a mulher teria cobrado US$ 270 mil (R$ 1,32 milhão) pelo serviço a uma vítima, e teria movimentado o dinheiro para sua conta bancária pessoal e usou para reformar o banheiro de sua casa e quitar dívidas. Se for condenada, pode pegar até 20 anos de prisão.

Quem é Patrícia Lelis

Patrícia Lélis é brasiliense e já esteve envolvida em diversas polêmicas, em 2016, ela acusou o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PL-SP) de tentativa de estupro, assédio sexual e agressão. O processo contra o parlamentar foi arquivado.

Foto: ReproduçãoPatrícia Lelis
Patrícia Lelis

Ela também diz que teria namorado um dos filhos de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, Ele sempre negou. Patrícia o acusou de injúria e ameaça, mas o processo também foi extinto.

No seu perfil na rede social X (antigo Twitter), a acusada confirmou que está sendo procurada. ““Sim, o FBI no USA está me ‘procurando’. Mas já sabem exatamente onde estou como exilada política. Foram meses de perseguições e falsas acusações”, disse.

Com informação do Metrópoles.

Facebook
Indicado para você
Veja também