Viagora

"Estou agindo pelos meus valores", declara Washington Bonfim

O ex-pré-candidato ao governo deixou o Cidadania e se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), nessa segunda-feira (09).

Nessa segunda-feira (09), o professor e ex-secretário de planejamento Washington Bonfim deixou o Partido Cidadania e filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), na ocasião, ele afirmou que a mudança de partido se deve a federação do seu antigo partido com o PSDB.

De acordo com Washington Bonfim o anúncio público da mudança de partido aconteceu após reunião com o presidente do Cidadania Mario Rogério. “Só anunciei minha filiação publicamente depois que a gente teve uma reunião com o Mário Rogério e o grupo de pré-candidatos que o Cidadania tem, eu disse para eles que até pela posição nacional, do fato do partido está federado com o PSDB, eu não conseguiria permanecer, eu estou saindo para que eles consigam inclusive sobreviver politicamente ao longo dessa eleição de 2022”, disse o ex-pré-candidato ao governo.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraWashington Bonfim
Washington Bonfim

Washington também afirma que no antigo partido há pessoas que respeita, mas que atualmente o Cidadania segue lideres com ideias que ele não é favorável.  “O lado que eu estava a maioria das pessoas está, são pessoas que eu respeito, pessoas que eu admiro, mas que seguem um governo federal, que seguem um líder candidato a governador que deu mostras de ser anticiência, que deu mostras de ser alguém que sequer acredita na vacina dois anos depois de tudo que aconteceu. Eu estou confortável onde estou e estou agindo pelos meus valores, pelas minhas convicções democráticas antes de qualquer coisa”, explica.

O ex-secretário comenta que sua militância sempre envolveu questões educacionais, inclusive participou da elaboração de documentos nacionais da área, ele afirma também que a decisão da filiação ao PSB está atrelada a defesa ao regime democrático.

“Sempre fui alguém afeito a questões sociais fui secretário de educação, fui secretário de planejamento, sempre olhando para questões sociais, especialmente na educação, a minha militância inclusive nacional é nessa área, participando da elaboração de documentos nacionais que fortemente pregam a questão da melhoria, da qualidade da educação. E esse governo federal, a candidatura que a gente tem colocada aqui no estado da oposição, é uma candidatura alinhada com esse projeto que é um projeto que vem destruindo a educação, que vem destruindo a saúde, as políticas de saúde, e certamente tem um ponto muito fundamental que é o fato que a gente não está disputando apenas uma eleição, quem vai ser o próximo presidente, a gente está disputando a razão de ser, de continuarmos votando, ou seja, o regime democrático, e isso foi um ingrediente fundamental da minha decisão”, disse.

Facebook
Indicado para você
Veja também