Viagora

Bolsonaro tem que mudar a política de preços da Petrobras, diz Rafael

Nessa quinta-feira (12), o pré-candidato ao Governo do Piauí falou sobre a solução para as altos do combustível no país.

Nessa quinta-feira (12), o pré-candidato ao Governo do Piauí pelo Partido dos Trabalhadores (PT), e ex-secretário da Fazenda Rafael Fonteles, falou durante entrevista sobre a politica de preços atual da Petrobras e a também acerca da solução para o aumento do preço da gasolina.

De acordo com o petista, uma mudança tributária não modificaria os preços dos combustíveis. “A saída é a mudança da política de preço da Petrobras pode mudar qualquer tributo não vai mudar nada os preços dos combustíveis, tem que mudar é a política de preços da Petrobras, e se quiser mudar nos tributos, a saída é a reforma tributária, sem dúvida a proposta da pec 110 (Pec da Reforma Tributária )que já está no ponto de ser votada no senado federal, (estou) torcendo pela reforma tributária, mas o que resolve os problemas dos combustíveis é alterar a politica de preço da Petrobras”, afirmou.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraRafael Fonteles
Rafael Fonteles

O pré-candidato também criticou o atual presidente por não fazer está mudança. “Ele não faz, continua destinando bilhões de lucro, sacrificando o povo que paga a gasolina de R$ 8,00 e gás de cozinha a R$ 130,00 reais, isso é o que a gente não consegue compreender. Ele tem que mudar a política de preços da Petrobras, dá para a Petrobras ser lucrativa e o povo não pagar a conta”, comenta.

Ao ser questionado qual seria a melhor opção para resolver o problema do aumento do valor da gasolina, Rafael Fonteles afirma que retirar o Preço de Paridade Internacional (PPI) e retornando para a política de preços anterior é a melhor opção. “O barril chegou a U$140 dólares no governo Lula e gasolina era R$ 2,70, como que agora está 110 o barril e a gasolina está R$ 8, 00 ou R$ 9,00 reais, é isso que ninguém entende, é só voltar a politica de preço anterior ao PPI, tirar o PPI, a Politica de Preço de Paridade Internacional, basta mudar isso, voltar o que era antes”, afirmou.

O Preço de Paridade Internacional foi implantado em 2016 durante o governo do ex-presidente Michel Temer. A PPI está diretamente ligada ao preço do dólar e barril de petróleo refletindo no preço da gasolina.

Mais conteúdo sobre:

Rafael Fonteles

Petrobras

Facebook
Indicado para você
Veja também