Viagora

"PL pretende eleger três deputados estaduais", diz Samantha Cavalca

A presidente estadual do PL afirmou que o partido tem um diferencial em comparação as demais siglas, o voto de legenda.

Nesta sexta-feira (22), a jornalista e presidente estadual do Partido Liberal (PL) no Piauí, Samantha Cavalca, falou sobre a expectativa do partido para estas eleições de 2022 e o cenário majoritário e proporcional da sigla.

A presidente estadual do PL afirmou que o partido tem um diferencial em comparação as demais siglas, o voto de legenda. Samantha Cavalca revelou que o partido vai ocupar cadeiras na Assembleia Legislativa com esta estratégia.

Foto: Divulgação/InstagramSamantha Cavalcante e apoiadores.
Samantha Cavalca e apoiadores.
“É um orgulho estar como presidente do PL que é a sigla do presidente Bolsonaro, melhor presidente da história do Brasil. Nós temos o que ninguém mais tem: voto de legenda. O voto de legenda junto com o trabalho dos nossos pré-candidatos estaduais e federais nós vamos ocupar cadeiras na Assembleia Legislativa pode escrever!”, explica.

A jornalista também falou sobre o cenário majoritário e proporcional do partido. O PL pretende eleger três deputados estaduais, segundo Samantha Cavalca. “11 são pré-candidatos a deputado federal e temos 28 nomes para estadual. Pode escrever, [eleger] três estaduais”, afirmou.

Questionada sobre a vinda do presidente Jair Bolsonaro ao Piauí e quem subiria no palanque do pré-candidato ao Planalto, Sílvio Mendes ou Major Diego Melo, a presidente do partido afirmou:

“Eu sei que eu estou [no palanque]. Sobe o Diego Melo, primeiro eu”, diz Samantha Cavalca. 

Samantha Cavalca também afirmou que participará das convenções partidárias junto ao presidente da República neste domingo (27). "Eu estarei com ele domingo na convenção no Rio de Janeiro e posso passar uma resposta mais precisa. Segunda-feira também estarei com o presidente Jair Bolsonaro no almoço para mulheres em São Paulo", explica.

Ao falar sobre sua principal bandeira, a jornalista defendeu as mesmas pautas do presidente Jair Bolsonaro. “A mesma do nosso presidente Jair Bolsonaro: Deus, pátria, família, liberdade, baixar imposto, porque o povo não aguenta mais pagar tanto imposto, nós vimos o resultado se baixar imposto relacionado aos combustíveis e óbvio combater o PT, que é a mesma coisa que combater a corrupção”, garante.

Candidato ao Senado Federal

A presidente estadual do partido também revelou que o PL não irá lançar candidatura ao Senado Federal, dessa forma os membros da sigla que vão disputar estas eleições estão livres para se posicionar.

"Sim, com certeza. Eu só acho difícil alguém que está no PL, difícil não impossível, apoiar um pré-candidato ao senado do PT, o Wellington Dias", explica.

Samantha Cavalca também esclareceu que não vai apoiar de imediato o pré-candidato do Ministro-Chefe da Casa Civil, Joel Rodrigues (Progressistas) somente porque são amigos, a jornalista explicou que precisa haver um diálogo.

"Pode, estamos abertos ao diálogo. Existe uma confusão, eu quero até deixar claro, porque todo mundo sabe da minha aproximação com o Ministro-Chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, e o pré-candidato do Ciro, é o Joel Rodrigues do Progressistas, mas é o seguinte não é porque eu sou amiga do Ciro que a gente vai apoiar de imediato o Joel Rodrigues, vamos conversar. Mas os pré-candidatos estão livres para também abrir essa negociação direta, só não tem como apoiar o ex-governador Wellington Dias", finaliza.

Facebook
Indicado para você
Veja também