Viagora

Inflação medida pelo IPCA cai para 0,47% no mês de maio, diz IBGE

Segundo o IBGE, a taxa de abril deste ano ficou em 1,06% e maio do ano passado em 0,83%. Os dados também mostram que com o resultado do ultimo mês de maio a inflação acumula cerca de 4,78% no ano

Nesta quinta-feira (09), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou dados sobre o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mostra uma taxa inferior ao mês de abril, o mês de maio apontou uma inflação de 0,47%.

De acordo com o IBGE a taxa de abril deste ano ficou em 1,06% e maio do ano passado em 0,83%. Os dados também mostram que com o resultado do ultimo mês de maio a inflação acumula cerca de 4,78% no ano.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraCeasa
Ceasa

Ainda de acordo com o órgão de pesquisa, em 12 meses a inflação pode acumular cerca de 11,73%, número um pouco menor que o mês anterior que foi de 12,23%. A taxa de acumulo da inflação de 12 meses segue pelo nono mês consecutivamente acima dos 10%.

Segundo o IBGE, o setor mais atingido no mês foi o setor de transportes, que teve um aumento de 1,34%, decorrente do aumento de 18,33% no valor das passagens aéreas, nos combustíveis, o preço variou em 1% abaixo da alta de 3, 20% do mês anterior.

Ainda de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o setor que obteve o segundo maior impacto no mês foi o de saúde e cuidados pessoais, com a inflação de 1,01%, os produtos farmacêuticos também tiveram alta, ficaram com 2,51%, que juntamente com as passagens aéreas foram as taxas mais altas no IPCA de maio.

Conforme dados divulgados, os alimentos mostraram uma inflação de 0,48%, com taxa menor do que a do mês precedente que foi de 2,06. Certos itens de consumo comum tiveram diminuição no preço, foram eles o tomate (-23,72%), batata-inglesa (-3,94%) e cenoura (-24,07%), em contrapartida o como leite longa vida (4,65%) e cebola (21,36%) tiveram aumento, outro iten que apresentaram um peso maior na economia dos brasileiros foi o setor de vestuário com inflação de 2,11%, já o setor de habitação mostro uma queda de -1,70%.

Com informações da Agência Brasil.

Mais conteúdo sobre:

Ministério da Economia

IBGE

Facebook
Indicado para você
Veja também