Piauí

Comerciantes reclamam de baixa nas vendas no Centro de Teresina

De acordo com o Sindilojas, para alavancar as compras, as lojas se anteciparam e deram início as estratégias de vendas promocionais, Black Friday.
15/11/2021 08h10 - atualizado

Movimentação no Centro de Teresina

Comemorado do dia 25 de dezembro, o Natal é a data de maior crescimento na economia do país, ficando a frente do Dia das Mães e Dia das Crianças. Contudo, lojistas do Centro de Teresina, relataram ao Viagora que houve uma redução no número de vendas em relação aos anos anteriores no mesmo período, mesmo com a proximidade das festas de fim de ano e a flexibilização das normas restritivas causadas pela pandemia de Covid-19.

Maria Elizangela, lojista de 41 anos, atribui a diminuição das compras a problemas financeiros dos consumidores, aliada à crise no transporte coletivo da capital.

" Não está gerando dinheiro na mão das pessoas. A crise está terrível. Se eles tivessem dinheiro, eles comprariam".  A crise no transporte público também contribui, porque existem pessoas que não possuem um veículos para se deslocar até o centro da cidade", explica.

A vendedora conta que tenta atrair os clientes chamando para dentro do estabelecimento. Entretendo, eles olham as mercadorias, mas não compram. ‘’O movimento está muito fraco, não estamos vendendo nada. Mesmo chamando os clientes, eles olham, mas não compram nada. Eles andam na loja, mas em seguida, já saem. " Eu tenho experiência no comércio, são 20 anos trabalhando nesse ramo, as vendas caíram em 100%".

A mesma história se repete com a vendedora de água de coco, Maria do Socorro, que comercializa o produto há 18 anos. Ela relata não saber o motivo da diminuição das vendas no centro de Teresina. "O movimento está muito pouco, e as vendas estão fracas". Não sei se isso é por causa da questão dos ônibus, que não estavam circulando. Mas agora voltou ao normal, mas ainda falta muita coisa para melhorar o comércio", conta. Segundo a comerciante, em anos anteriores, próximo as datas comemorativas, o fluxo de pessoas transitando pelo local era maior. " Nesse período, o Centro já estaria lotado de pessoas comprando. Agora não temos essa lotação".

De acordo com o presidente do Sindlojas, Tertulino Passos, para alavancar as compras, as lojas se anteciparam e deram início as estratégias de vendas promocionais, Black Friday.

"Algumas lojas já anteciparam as suas grandes promoções e estão com condições especiais para os consumidores praticamente durante todo o mês de novembro, ao invés de ficar em apenas um ou dois dias. Então, toda conjuntura econômica na qual estamos vivendo hoje também favorece a essa grande campanha e esperamos um crescimento de vendas. Estamos confiantes que teremos bons negócios”, explica o presidente.

Feriado 

Nesta segunda-feira (15), data em que se comemora a Proclamação da República, o comércio local e os shoppings irão funcionar em horário normal em Teresina.

O Sindilojas informa que as lojas situadas no Centro da capital e nos bairros devem permanecer abertas com limite de 8 horas de funcionamento. As lojas que atuam nos shoppings devem funcionar nos horários a seguir:

Confira os horários de funcionamento:

Rio Poty:10h às 22h

Teresina Shopping: 14h às 20h

Riverside 14h às 20h

Mais na Web