Piauí

Detran vai reforçar blitz da Lei Seca no período de Carnaval

Em 2016 foram feitas 182 autuações a condutores embriagados, de acordo com dados do Ciptran. Desses, 90 foram presos por embriaguez ao volante.

14/02/2017 14h46 - atualizado

O Departamento de Trânsito do Estado do Piauí (Detran-PI) elaborou um cronograma para a Operação Lei Seca, visando ampliar a fiscalização a condutores no período de Carnaval e pós-carnaval na capital e municípios onde há maior expectativa de visitantes. A operação será realizada em parceria com a Companhia Independente Policiamento no Trânsito (CIPTran), o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As blitzen serão feitas principalmente à noite, entre 22h e 4h, em pontos estratégicos. O principal objetivo é evitar acidentes causados por condutores embriagados. “As ações já vêm sendo intensificadas e as equipes terão atuação ainda maior no Carnaval e pós-carnaval também. Nosso objetivo é evitar acidentes. Por isso, a intensificação das blitzen da Lei Seca. Precisamos que os condutores comecem a ter consciência que a mistura de álcool e direção pode levar a acidentes graves e até fatais”, explicou o diretor do Detran, Arão Lobão.

  • Foto: Facebook/Detran-PIBlitz do DetranBlitz do Detran

Em 2016 foram feitas 182 autuações a condutores embriagados, de acordo com dados do Ciptran. Desses, 90 foram presos por embriaguez ao volante. De acordo com a Lei Seca, o motorista que for flagrada dirigindo sob efeito de álcool pode ser detido, ter o veículo retido, pagar multa no valor de R$ 2.934,70 e até perder o direito de dirigir.

“Essa ação integrada dos órgãos de trânsito é fundamental no sentido de resguardar vidas. Infelizmente alguns motoristas insistem até hoje em assumir a direção mesmo após ingerir bebida alcoólica. É necessário adotar uma conduta em prol da vida e a blitz se faz necessária para inibir e combater esse comportamento”, destacou o major Iran Moura, da CIPTran.

Mais na Web