Política

Dr. Pessoa dá 48 horas para empresários do transporte responderem proposta

Na manhã de hoje o prefeito de Teresina apresentou a contraproposta sobre o transporte público da capital.
09/09/2021 12h50 - atualizado

Na manhã desta quinta-feira (09), o prefeito de Teresina Dr. Pessoa apresentou a contraproposta para chegar a um consenso com os empresários do setor de transporte público.

A proposta foi apresentada durante coletiva de imprensa, na qual estiveram presentes, o secretário de Finanças de Teresina e vice-prefeito Robert Rios, o secretário de Planejamento de Teresina, ex-ministro João Henrique de Almeida Sousa e o secretário de comunicação Lucas Pereira.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraDr pessoa apresenta contraproposta sobre o transporte publicoDr. Pessoa apresenta contraproposta sobre o transporte público

Para o gestor é importante que tenha gratuidade para os estudantes do ensino fundamental e que a bilhetagem seja controlada pelo município.

Ainda de acordo com o Dr. Pessoa, o prazo para os empresários responderem à contraproposta foi ampliado para 48 horas.

“Essas questões colocadas não serão implantadas do dia para a noite, mas demos 48 horas para que os empresários possam responder a Prefeitura. Com a resposta positiva, esperamos que os ônibus possam voltar a uma normalidade relativa a partir de segunda”, disse.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraPrefeito de Teresina, Dr PessoaPrefeito de Teresina, Dr Pessoa

Com relação aos pontos da proposta feita pelos empresários, o prefeito não entrou em detalhes, mas pontuou que foi apresentado o mesmo modelo que já vem sendo realizado há mais de 30 anos.

“Os empresários apresentaram uma proposta desnutrida, frágil, é praticamente a mesma coisa que acontece há 40 anos. Por isso, a prefeitura apresenta essa proposta e espera um retorno. Se a reposta for negativa, temos um plano B, mas só vou falar o que será o plano B quando os empresários responderem”, ressaltou Dr. Pessoa.

Confira os oito tópicos da proposta apresentados pela prefeitura:

- Gratuidade para o transporte de estudantes das escolas públicas municipais, entre outras tarifas sociais;

- Ônibus com Wifi e ar condicionado;

- Efetivo funcionamento do sistema de integração;

- Revisão no valor das tarifas;

- Obediência à vida média dos veículos e de sua utilização (ônibus em bom estado);

- Controle de bilhetagem eletrônica por parte da prefeitura;

- Retorno da circulação da frota prevista na ordem de serviço da Strans;

- 48 horas a partir da notificação para se manifestar sobre esses pontos.

Mais na Web