Piauí

Faculdade dá início a projeto Saúde Pós-Covid em Teresina

A gerente e fisioterapeuta da Clínica, Marília Santos, explica que a proposta surgiu pela demanda percebida na própria rotina de atendimento.
09/04/2021 17h40

A Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, por meio da Clínica Escola Integrada de Saúde, laçou o projeto Saúde Pós-Covid, proposta de atendimento inter e multidisciplinar dos cursos de Nutrição, Psicologia, Odontologia e Fisioterapia.

Segundo o Ministério da Saúde, apesar da média de 40 mil novos casos da Covid-19 diariamente, o número de pessoas recuperadas da doença ultrapassa os 10 milhões, mesmo com a melhora, alguns pacientes relatam sequelas após a recuperação, desde contínua perda de olfato até distúrbios psicológicos

  • Foto: DivulgaçãoA Faculdade UNINASSAU laça projeto Saúde Pós-Covid.A Faculdade UNINASSAU laça projeto Saúde Pós-Covid.

A gerente e fisioterapeuta da Clínica, Marília Santos, explica que a proposta surgiu pela demanda percebida na própria rotina de atendimento.

“Observamos nos atendimentos rotineiros da fisioterapia que as pessoas, após recuperação da Covid-19, se queixam de sequelas. Sejam elas de movimento, com letargia, dores no corpo, sensibilidade, até perda do olfato e paladar que demoram a ser reestabelecidos. Então, colocamos em colaboração uma grande equipe, com representantes de cada setor, para entender a necessidade de cada paciente e a necessidade de alguma intervenção para termos algo completo no sentido de tratamento”, pontuou a fisioterapeuta. 

De acordo com Marília, o projeto tem como objetivo, principalmente, atender uma comunidade carente desses serviços, ainda mais suprimidos por conta da reserva dos cuidados e tratamento dos pacientes com coronavírus.

“O nosso objetivo maior é prestar um serviço de qualidade, seguro e com responsabilidade para a comunidade do entorno. A região sempre foi carente, ainda mais agora com dificuldades e crises financeiras. Queremos as pessoas saudáveis e que tenham de volta sua saúde e o retorno à rotina”, completa a gerente da Clínica.

A fisioterapeuta destaca que a perspectiva da equipe é realizar o atendimento de 50 pacientes diários, mediante prévio agendamento. Para participar dos grupos do projeto, os interessados precisam comprovar total recuperação, a fim de resguardar a todos de possíveis contaminações durante os encontros.

“É um projeto pioneiro em Teresina, mas tivemos que reduzir a estimativa de atendimento, por conta da intensificação dos protocolos de segurança. Por isso, sempre vamos priorizar as orientações sanitárias, exigindo a comprovação de recuperação do paciente”, finaliza Marília Danielle, gerente da Clínica Escola Integrada da UNINASSAU Redenção. 

Para o agendamento, os interessados devem entrar em contato pelo número (86) 3194-1819, de segunda à sexta, em horário comercial. Após triagem, os participantes recebem calendário com dia e horário do acolhimento para evitar movimentação desse paciente até à clínica e otimizar o atendimento, visto a complexidade de setores.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web