Geral

Guedes diz que o fim do auxílio ajudará no controle da inflação

Ele também citou a aprovação do projeto de lei que concede autonomia ao Banco Central (BC) como fator que reduzirá as pressões sobre os índices de preços.
12/12/2020 10h20

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o fim do auxílio emergencial ajudará no controle da inflação, nessa sexta-feira (11), em uma audiência pública virtual no Congresso Nacional. Ele também citou a aprovação do projeto de lei que concede autonomia ao Banco Central (BC) como fator que reduzirá as pressões sobre os índices de preços.

Guedes criticou a demora na aprovação de medidas que reduzam os gastos públicos e flexibilizem o orçamento. As reformas do pacto federativo e da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, paradas no Senado há um ano.

Segundo o ministro, a equipe econômica fez sua parte enviando as propostas ao Congresso. Agora, cabe aos parlamentares destravar a pauta e votar os textos.

O ministro pediu empenho na aprovação da reforma tributária, que tramita em uma comissão mista especial do Congresso. Ele também disse que acordos entre legendas de esquerda estão atrapalhando o cronograma de privatizações.

Mais na Web