Piauí

Homem que matou padrasto em Alvorada do Gurguéia é condenado

A vítima foi morta com duas pauladas na cabeça dentro de sua residência. A Justiça aplicou a pena de 12 anos e 6 meses de reclusão em regime fechado.
  • DA REDAÇÃO
28/02/2019 18h20 - atualizado

O Tribunal do Júri condenou o réu Valdir Floriano da Silva Sousa pela prática de homicídio qualificado perpetrado mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima. A Justiça aplicou a pena de 12 anos e 6 meses de reclusão em regime fechado. O promotor de Justiça Roberto Monteiro representou o Ministério Público do Piauí em julgamento em Cristino Castro.

  • Foto: MP-PIMP-PI obtém condenação de réu a 12 anos de reclusão por homicídio doloso.MP-PI obtém condenação de réu a 12 anos de reclusão por homicídio doloso.

A vítima, Fábio José de Sousa, era companheiro da mãe do acusado, e foi morto com duas pauladas na cabeça dentro de sua residência. O crime aconteceu no Povoado Barra de Santana, município de Alvorada do Gurguéia, que é termo judiciário de Cristino Castro. 

"O resultado foi positivo, pois a sociedade local demonstrou que autores de crimes como este não ficarão impunes, desestimulando atos de violência extrema, como no presente caso", declarou Roberto Monteiro, que é o promotor titular da comarca. 

Além do representante do Ministério Público, participaram da sessão o Juiz de Direito Sandro Francisco Rodrigues e a defensora pública Marcelly Santos de Sousa.

Mais na Web