Geral

MEC libera R$ 364 milhões para alimentação escolar no país

Os recursos são do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE). O valor é referente à parcela do mês de maio destinada às unidades da federação.
  • DA REDAÇÃO
30/04/2020 10h25 - atualizado

O Ministério da Educação (MEC) liberou, nessa quarta-feira (29), cerca de R$ 364 milhões de reais para ajudar na alimentação escolar pública no país. A medida é para conter prejuízos sociais causados pela pandemia do novo coronavírus.

Essa parcela de recursos é oriunda do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e é referente ao mês de maio destinada às unidades da federação.

Com as consequências da pandemia, uma delas a suspensão das aulas para conter o contágio, a distribuição de alimentos são feitas por meio de kits,e devem ser elaborados de acordo com as regras do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Esse programa visa além de oferecer alimentação aos alunos da rede pública, ações nutricionais. 

De acordo com o Pnae, são beneficiados 40 milhões de estudantes da educação básica pública no país todos os dias. Desde o início do ano, já foram destinados a estados e municípios cerca de R$ 1, 4 bilhão de reais do programa.

O Governo Federal repassa, a estados, municípios e escolas federais, valores financeiros de caráter suplementar efetuados em 10 parcelas mensais (de fevereiro a novembro) para a cobertura de 200 dias letivos, conforme o número de matriculados em cada rede de ensino, e está atuando com medidas extraordinárias por conta da pandemia.

Mais na Web