Piauí

Mutirões de Catarata beneficiaram mais de 1.700 piauienses

Conforme a Sesapi, os procedimentos contemplaram os moradores das regiões dos Cocais e da Planície Litorânea.
25/08/2021 18h10

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), informou que a retomada das cirurgias eletivas dos hospitais da rede estadual beneficiou 1.718 pessoas. Foram contemplados moradores das regiões dos Cocais e da Planície Litorânea.

Conforme a Sesapi, até o fim de 2021, todas as regiões de saúde terão recebido ações de cirurgias eletivas.

  • Foto: DivulgaçãoMutirões de Catarata beneficiaram mais de 1.700 piauiensesMutirões de Catarata beneficiaram mais de 1.700 piauienses

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, destacou que os mutirões realizados pela Sesapi são um dos pontos mais importantes dentre os trabalhos de descentralização dos serviços. Segundo ele, os beneficiados não são somente os pacientes, mas todo o sistema de saúde pública do Piauí.

“As cirurgias eletivas são um ponto importante dos serviços oferecidos pelo Estado aos piauienses. Com esses procedimentos, além de levar a assistência médica para pessoas de todo o estado, também conseguimos descentralizar os serviços, evitando que muitas pessoas se concentrem em um só lugar para a realização dos procedimentos. Dessa forma, desafogamos a rede e conseguimos dar mais qualidade para os serviços oferecidos pela rede estadual de saúde em todo o Piauí”, destacou.

No próximo fim de semana, o Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, localizado em Bom Jesus, realizará as consultas de triagem com a população da região para as cirurgias a serem realizadas de 3 a 5 de setembro.

Em seguida, o Hospital Estadual Dr. João Pacheco Cavalcante, em Corrente, realizará as consultas de triagem de 3 a 5 de setembro para os procedimentos dos dias 7 e 9 do mesmo mês.

Para ter acesso aos procedimentos cirúrgicos dos mutirões de cirurgias da Sesapi, os pacientes precisam procurar a secretaria municipal de Saúde de sua cidade, por onde são avaliados e encaminhados, se necessário, para a etapa de triagem onde são examinados para saber se há a necessidade ou não de cirurgia.

A diretora da Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar da Sesapi, Joselma Oliveira, explica que no momento serão ofertadas cerca de 60 vagas.

“Neste primeiro momento as vagas são para as pessoas de 60 anos ou mais, que estão inseridas na regulação. Porém, aqueles que encontram-se com algum problema de saúde na visão é importante irem até a secretaria de seu município e se informar sobre a triagem, já que as vagas foram pactuadas por regiões de saúde”, ressaltou.

Mais na Web