Polícia

PF deflagra operação que investiga compra de votos em Teresina

Segundo a Polícia Federal, a operação foi desencadeada em decorrência da prisão em flagrante de uma liderança do bairro Cerâmica Cil.
27/11/2020 07h55 - atualizado

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (27) a Operação Olaria, em Teresina, para dar cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão na capital, expedidos pelo juízo da 98ª Zona Eleitoral de Teresina.

Segundo a Polícia Federal, a operação foi desencadeada em decorrência da prisão em flagrante uma liderança do bairro Cerâmica Cil. A liderança foi presa por suspeita de corrupção do dia 15 para 16 de novembro.

  • Foto: Divulgação/Polícia FederalOperação OlariaOperação Olaria

Além de corrupção eleitoral, outros crimes também estão sendo investigados, como o transporte de eleitores. Os crimes investigados teriam sido em benefício de um candidato a vereador nas Eleições 2020.

O material apreendido agora será analisado, com objetivo de comprovar os crimes investigados e a participação de outras pessoas, inclusive do candidato beneficiado.

  • Foto: Divulgação/Polícia FederalOperação OlariaOperação Olaria

O nome da operação faz alusão à localidade de origem da liderança política presa, isto é, o bairro Cerâmica Cil.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web