Polícia

PF desarticula laboratório de notas falsas na cidade de Parnaíba

De acordo com a PF, a polícia ainda trabalha para identificar os demais responsáveis e o "modus operandi" do esquema.
29/09/2020 10h59 - atualizado

Operação Pseudeia

A Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão na cidade de Parnaíba na manhã desta terça-feira (29), durante a operação “Pseudeia”. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal, em continuidade das investigações do crime de comercialização de cédulas falsas na região norte do Piauí.

De acordo com informações da Polícia Federal, alguns dos responsáveis pela produção e comercialização das notas falsas já foram identificadas. A investigação ainda continua, no sentido de identificar os demais responsáveis e o “modus operandi” do esquema.

Segundo a polícia, a investigação teve início após a desativação de um laboratório de moeda falsa, que era produzida em papéis especiais. Neste momento da operação, foram apreendidos equipamentos e impressoras de alta tecnologia, cédulas falsas e material que indicava a comercialização para outros estados do país.

Atuaram nas buscas 10 policiais federais, que deram cumprimento a dois Mandados de Busca e Apreensão. Os envolvidos foram indiciados pelos crimes de falsificação de moeda, posse de petrechos para falsificação de moeda e associação criminosa.

A Operação foi denominada “Pseudeia” em referência ao daemon que, na mitologia grega, personificava as mentiras e as falsidades.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web