Polícia

PF realiza operação contra saques fraudulentos na Caixa do Piauí

Além de três cidades do Piauí, os agentes da PF cumpre mandados em mais três estados do país: Maranhão, Pará e São Paulo.
  • DA REDAÇÃO
12/02/2020 10h21 - atualizado

Nesta quarta-feira, 12 de fevereiro, a Polícia Federal deflagrou uma operação no Piauí e em mais três estados do país, com o intuito de desarticular uma organização criminosa que realizava saques fraudulentos de precatórios em diversas regiões do Brasil.

No Piauí, estão sendo cumpridos 19 mandatos de busca e apreensão e um de prisão preventiva nas cidades de Teresina, Porto e Nossa Senhora dos Remédios. A PF cumpre também mandados em cidades do Maranhão (Zé Doca, Nova Olinda do Maranhão e São Luís), Pará (Redenção e São Felix do Xingu) e São Paulo (São João da Boa Vista).

Foram expedidas ainda duas medidas cautelares diversas da prisão contra servidores da Caixa Econômica Federal, bem como a determinação do bloqueio de contas e sequestro de bens.

Em nota, a PF afirmou que a investigação teve origem a partir de uma tentativa de saque ocorrida no município de Capivari de Baixo (SC), tendo sido obtidas informações sobre fraudes similares em diversas agências da Caixa, através de cooperação da polícia com o banco federal.

“No curso da investigação, foram obtidos fortes indícios de que a organização criminosa se aproximava de advogados através de aplicativo de mensagens, com a finalidade de que realizassem os levantamentos dos precatórios utilizando-se de documentos ideologicamente falsos, obtidos principalmente em cartórios do Maranhão e Piauí. Após os saques indevidos, os criminosos faziam sucessivas movimentações financeiras dos valores em contas de terceiros, para afastar a origem ilícita dos recursos e dificultar a identificação dos verdadeiros beneficiados com as fraudes”, informou a nota da PF.

Mais na Web