Polícia

Polícia apreende celulares de suspeito de agredir repórter da TV Clube

De acordo com a polícia, a ação teve como objetivo apreender dispositivos de mídia que pudessem auxiliar nas investigações sobre o caso da agressão.
28/05/2021 10h31 - atualizado

Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (28), na cidade de Altos, a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de João Paulo, suspeito de agredir a jornalista da TV Clube, Emanuele Madeira no último dia 5 de maio.

O mandado foi expedido pelo juiz Ulysses Gonçalves da Silva Neto, da Vara Única da Comarca de Altos, com a finalidade de apreender dispositivos de mídia que pudessem auxiliar nas investigações que estão em curso e servir de prova material.

  • Foto: Polícia Civil do PiauíPolícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão na casa do suspeito de agredir jornalista.Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão na casa do suspeito de agredir jornalista.

De acordo com a polícia, foram apreendidos na residência do suspeito, dois aparelhos celulares. A ação foi coordenada pelo delegado Wilom Gomes, através do chefe de investigação do 14°Distrito Policial, Henrique Araújo, com o apoio do 21º Batalhão da PM de Altos.

  • Foto: Polícia Civil do PiauíMaterial apreendido pela polícia na casa do suspeito em Altos.Material apreendido pela polícia na casa do suspeito em Altos.

Segundo o chefe de investigação Henrique Araújo, com a apreensão do material será possível dar continuidade aos procedimentos para esclarecer a situação ocorrida no dia dos fatos narrados pela jornalista e, flagrado através de um vídeo produzido por testemunhas.

Agressão

A jornalista do Globo Esporte Piauí, da TV Clube, Emanuele Madeira, foi agredida durante uma confusão no estádio Felipão na cidade de Altos, após um jogo de futebol na noite do dia 5 de maio.

  • Foto: Divulgação/InstagramMomento em que jornalista do Globo Esporte é agredida.Momento em que jornalista do Globo Esporte é agredida.

A repórter filmava uma briga entre jogadores e representantes dos times de Altos e Fluminense, quando teve o celular arrancado à força.

Mais na Web