Polícia

Polícia disparou 125 vezes em confronto com Lázaro Barbosa

No boletim, os agentes da polícia relataram ter ocorrido uma intensa troca de tiros, na qual Lázaro descarregou munições de uma pistola e de um revólver contra eles.
29/06/2021 08h54 - atualizado

Nessa segunda-feira (28), os policiais que participaram do confronto que resultou na morte de Lázaro Barbosa, conhecido como Serial Killer do Distrito Federal, dispararam 125 vezes na ação contra o criminoso em Águas Lindas de Goiás (GO), segundo o boletim de ocorrência do caso.

No boletim, os agentes da polícia relataram ter ocorrido uma intensa troca de tiros, na qual Lázaro descarregou munições de uma pistola e de um revólver contra eles.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilLázaro Barbosa.Lázaro Barbosa.

De acordo com o documento, a equipe se deslocou nas margens de um rio da região em busca de Lázaro e na versão dos agentes, ao virem o homem saindo da água correndo, eles já começaram a ser alvo de diversos disparos. De um arbusto fechado, os tiros continuaram até que teve início a troca de tiros.

Conforme a contagem feita pelos agentes, um major disparou 17 vezes, um sub-tenente disparou 32 vezes, um sargento atirou 17 vezes, um outro sargento, 34 vezes e um terceiro sargento, 25, totalizando os 125 disparos. Os tiros foram efetuados de pistolas dos policiais, além de um fuzil calibre 5.56.

No documento policial, não há a quantidade de disparos que atingiram Lázaro, o que deve ser apontado por meio de exame do Instituto Médico Legal. Os agentes disseram ter providenciado socorro ao homem ferido, tendo feito o transporte até o Centro de Comando e Controle da Operação.

A polícia encontrou armas, munições, além de R$ 4,4 mil em espécie, remédios e comida com o criminoso.

O chefe da operação disse durante uma entrevista coletiva à imprensa, que o dinheiro apreendido com Lázaro é mais uma prova de que ele tinha uma rede de pessoas que estaria o acobertando, para que ele não fosse preso.

Mais na Web