Piauí

Policiais vão se passar por candidatos no concurso da Sejus

O objetivo é coibir fraude no concurso. A operação será coordenada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO).
  • ANA RAQUEL COSTA
17/03/2017 15h26 - atualizado

Acontece neste domingo (19), a aplicação das provas para concurso de agentes penitenciários no Piauí, pelo Núcleo de Concurso e Promoção de Eventos da Universidade Estadual do Piauí (Nucepe). Delegados da Polícia Civil, agentes penitenciários, policiais militares e agentes da Polícia Civil irão fazer as provas descaracterizados para dar cobertura à fiscalização do concurso.

As provas contam com questões objetivas e dissertativas e visam classificar 400 candidatos, sendo 40 vagas destinadas a pessoas portadoras de deficiência. Segundo a Secretaria de Justiça, 75 aprovados serão chamados imediatamente.

O certame é direcionado a candidatos de nível superior completo em qualquer área e terá salário inicial de R$5.966,14. A seleção conta com etapas divididas em teste escrito objetivo e dissertativo, exame médico, exame de aptidão física, exame psicológico e investigação social. Os locais de prova foram divulgados na última terça-feira (14) e podem ser consultados, juntamente com outras informações, no endereço eletrônico do Nucepe, onde também deve ser retirado o novo cartão de informações.

  • Foto: Divulgação/ SinpoljuspiAgentes penitenciáriosAgentes penitenciários

Os portões fecham as 8:30h e as provas serão aplicadas de 9h às 14h, perfazendo um total de 5 horas de prova. Estão inscritos 7.832 candidatos no total, sendo que 132 inscritos concorrem na modalidade de pessoas portadoras de deficiência, divididos na Universidade Estadual do Piauí e mais 13 escolas de Teresina.

Esquema de segurança

De acordo com a Secretaria de Justiça, uma operação policial coordenada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), Núcleo de Inteligência da Polícia Civil e pela própria secretaria foi montada para evitar fraudes e outros problemas ne aplicação das provas.

Segundo as informações serão mais de 50 integrantes das forças de segurança articulados para manter o bom curso das provas, que serão acompanhadas por um total de 636 fiscais. Assim, os policiais e delegados vão se passar por candidatos. 

Mais na Web