Piauí

Procon apreende 30 mil produtos impróprios para uso em Teresina

A apreensão dos produtos aconteceu durante a Operação Placebo, que aconteceu nessa quinta-feira (28).
29/01/2021 14h25

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), órgão auxiliar do Ministério Público do Estado do Piauí, realizou, nessa quinta-feira-feira (28), a apreensão de quase 30 mil produtos fitoterápicos impróprios para uso em distribuidoras e fábricas de Teresina. A apreensão aconteceu durante fiscalização da Operação Placebo, e contou com quatro equipes que trabalharam simultaneamente para verificar a existência de produtos fitoterápicos clandestinos.

Junto ao Procon Estadual, participaram também da operação a Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo (DECCOTERC), Secretaria Estadual da Fazenda e Vigilância Sanitária.

  • Foto: Divulgação/Procon-PIProdutos fitoterápicos impróprios para uso apreendidos na Operação Placebo.Produtos fitoterápicos impróprios para uso apreendidos na Operação Placebo.

Durante a operação, foi constatado que uma das fábricas visitadas hoje já havia sido interditada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas continuava comercializando os produtos que não possuem nenhuma eficácia.

Segundo o chefe de fiscalização do Procon, Arimatea Arêa Leão, a operação teve bons resultados. “Nosso trabalho é garantir a proteção dos consumidores. Hoje conseguimos tirar de circulação quase trinta mil produtos impróprios para uso, um trabalho em conjunto do Procon com outras instituições e quem tem levado resultado à sociedade”, pontua Arimatea.

Mais na Web