Piauí

Promotor denuncia prefeito Joan Rocha por nepotismo

O gestor de Canavieira teria nomeado seus parentes, parentes do vice-prefeito e de alguns secretários para exercerem cargos na prefeitura.
24/10/2018 11h30

O Promotor de Justiça Márcio Giorgi Carcará da Promotoria de Jerumenha ingressou com uma ação civil pública por prática de nepotismo em desfavor do prefeito municipal de Canavieira no Piauí, Joan de Albuquerque Rocha (PT). O objetivo da ação, segundo o Ministério Público é anular a nomeação de alguns servidores que exercem funções irregularmente.

De acordo com o promotor, foram nomeados para cargos na prefeitura pessoas que tem parentesco com o prefeito, com o vice-prefeito Abdon Ramos e também com alguns secretários do municipais de Canavieira.

Entre os nomeados para os cargos na prefeitura estão a esposa do prefeito, Zorania de Jesus, assessora administrativa; João Carlos de Albuquerque Rocha, secretário de Agricultura e irmão do prefeito; Luisa Maria de Albuquerque Rocha Fonseca, secretária de Educação e irmã do prefeito; Brenno José de Albuquerque Fonseca, secretário de Administração de Finanças e sobrinho do prefeito;

Também foram citados Erika de Albuquerque Fonseca, Secretária de Assistência Social e sobrinha do prefeito; João Emilio Santos Pinheiro Junior, assessor especial e esposo de Erika de Albuquerque; Warley Porto Albuquerque, assessor de Imprensa e sobrinho do prefeito; Rayka Michelle Freitas, Secretária da Saúde e também Thais Machado Mota, secretária Administrativa e esposa do vice-prefeito.

“É absolutamente cristalino que a relação afetiva de parentesco impede que o agente público possa definir se aquele seu cônjuge ou parente que está sendo nomeado detém a melhor capacitação para o cargo, esta avaliação está absolutamente viciada em sua vontade”, declarou o promotor de Justiça.

Outro Lado

O Viagora tentou entrar em contato com o prefeito Joan Rocha nesta quarta-feira (24,) mas as ligações não foram atendidas. O espaço fica aberto para esclareciemntos.

Mais na Web