Política

"Quero democratizar a comunicação da prefeitura", diz Lucas Pereira

Durante entrevista ao Viagora, o futuro secretário de Comunicação da Prefeitura de Teresina, falou sobre a equipe e objetivos diante da pasta.
17/12/2020 06h24 - atualizado

Em entrevista ao Viagora, o futuro secretário Municipal de Comunicação Social (SEMCOM), o jornalista Lucas Pereira, falou sobre a composição da sua equipe, metas e afirmou que o jornalista Tony Trindade não teve influência na escolha do seu nome para a secretaria, dentre outros assuntos.

De acordo com Lucas Pereira, o jornalista Salomão Prado será o secretário executivo da pasta e disse que está sondando alguns nomes como o do jornalista Natanael Sousa para o cargo de chefe de gabinete, e os dos jornalistas Maura Duarte, Breno Cavalcante, e Pedro Silva para compor o quadro.

“Meu braço direito lá é o Salomão Prado. Jornalista, tá comigo desde a faculdade, temos uma relação bem próxima. Porque realmente é um cargo de confiança, tem que ser alguém que você confia muito, em caso de uma ausência esteja ali para resolver. Lá na secretaria nós temos o cargo de chefe de gabinete, nesse cargo eu estou querendo colocar uma pessoa que já tá em um veículo de comunicação. É o Natanael Sousa, jornalista, competentíssimo [...] Eu posso dizer o nome da Maura Duarte, que também está sendo sondada. A diretoria de Jornalismo ainda estamos vendo essa parte, ainda estamos vendo como vai ficar a estrutura, mas a direção mesmo de Jornalismo a gente não tem. Temos outro que a gente também está conversando ainda, que é o Breno Cavalcante [...] Tem outros nomes também", explicou.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraFuturo Secretário de Comunicação, Lucas PereiraFuturo Secretário de Comunicação, Lucas Pereira

Em relação a nomes de secretários indicados por Dr. Pessoa, Lucas afirma que a preferência é por nomes com perfis mais técnicos para as principais secretarias, mas relata que para que Dr. Pessoa consiga ter governabilidade, ele terá que contemplar alguns partidos que contribuíram para a vitória do candidato do MDB. 

Questionado sobre estar preparado para assumir a secretaria de Comunicação, Lucas relata que se sente capacitado por conhecer a área, e por ter experiência na assessoria governamental. O futuro secretário comenta ainda que a classe jornalística avalia de forma positiva a indicação dele para o cargo.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraFuturo Secretário de Comunicação, Lucas PereiraFuturo Secretário de Comunicação, Lucas Pereira

“Nesse primeiro mês é onde eu vou mostrar que estou capacitado para o cargo. Como o Dr. Pessoa disse no dia do anúncio do meu nome para a Comunicação, ele disse que ninguém nasce sabendo, e é justamente isso. No perfil técnico acho que conheço a Comunicação, sei como é que se faz hoje a Comunicação da Prefeitura de Teresina, sei como é que se faz Comunicação Governamental, porque também já assessorei órgãos governamentais e acho que conheço o trâmite, a rotina de pauta, o dia a dia da produção jornalística, e acho que é isso que se necessita. Estava até conversando com alguns colegas que eles disseram ‘Lucas, a análise que se faz é bastante positiva porque é alguém da área que tava ali todo dia com a gente no batente que foi levado ao executivo’, ou seja é como se fosse uma contemplação à classe jornalística”, comenta.

Durante a entrevista, Lucas afirmou que o jornalista Tony Trindade não teve influência na indicação dele para a Secretaria de Comunicação, e relata inclusive, que o jornalista teria sido contra a indicação no começo.

“Eu não tive padrinho político, embora muita gente diga ‘ah, tu é indicado do Tony’. Não, de forma alguma, não sou indicado pelo jornalista Tony Trindade, tinha uma relação de profissional com ele, era meu chefe, sempre foi um padrinho, abraçou minha carreira na televisão, mas não tem qualquer indicação. Inclusive, de início, foi contra a minha indicação porque achava que eu estaria indo rápido demais a um cargo tão espinhoso porque eu vou lidar com gente grande mesmo. Meu diálogo é com os donos das principais emissoras, donos de agências, são contratos vultuosos, então ele tinha medo de como isso poderia até afetar negativamente minha carreira em caso de eu não coseguisse me dar bem no cargo”, relata.

Como secretário da SEMCOM, Lucas Pereira afirma que o principal objetivo é manter a imagem popular de Dr. Pessoa, e que a meta é fazer com a Prefeitura de Teresina fique cada vez mais próxima das comunidades.

“Manter a imagem do prefeito de um prefeito popular, levar as boas ações da Prefeitura de Teresina, ouvir as demandas do povo, acho que Comunicação não é só Publicidade, ela também é prestação de serviço público. Quero também democratizar, dinamizar, otimizar a Comunicação da Prefeitura de Teresina com o uso de redes sociais, utilizando aplicativos, utilizando rádios comunitárias, tudo que aproxime a gestão pública do povo na base, nas comunidades rurais, aquelas mais distantes a gente quer se aproximar”, finaliza.

Mais na Web