Política

Saiba como votaram os deputados piauienses para o Fundo Eleitoral

Oito deputados do Piauí votaram a favor da verba de R$ 2 bilhões que será destinada as campanhas municipais de 2020.
19/12/2019 15h40 - atualizado

Na tarde da última terça-feira (17), durante votação em sessão conjunta no Congresso Nacional para o Orçamento de 2020, foi aprovado a destinação de R$ 2,034 bilhões para o Fundo Eleitoral. A medida foi aprovada por 242 votos a favor e 167 contra.  

  • Foto: Montagem/ViagoraDeputados que votaram a favor do Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhõesDeputados que votaram a favor do Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhões

O valor destinado ao financiamento de campanhas deve sair dos cofres do Orçamento da União. Dos deputados que representam a bancada do Piauí, oito votaram a favor, foram eles: Assis Carvalho (PT), Átila Lira (Progressistas), Flávio Nogueira (PDT), Marcos Aurélio Sampaio (MDB), Margarete Coelho (Progressistas), Marina Santos (Solidariedade), Paes Landim (PTB) e Rejane Dias (PT).

A deputada Iracema Portella (Progressistas) não votou, e o deputado Júlio César (PSD) não estava presente na votação. O valor de R$ 2 bilhões já tinha sido informado pelo relator do Orçamento no Congresso, o deputado Domingos Neto (PSD-CE).

  • Foto: Montagem/ViagoraA deputada Iracema Portella não votou, e o deputado Júlio César não estava presenteA deputada Iracema Portella não votou, e o deputado Júlio César não estava presente

Os partidos justificam que o valor será usado para financiar a campanha de novos prefeitos e vereadores, já que não é mais permitido a doação de verba por parte de empresas privadas. Sendo assim, essa será a primeira eleição custeada principalmente por recursos públicos.

Bolsonaro pode vetar

O presidente Jair Bolsonaro já havia criticado o alto valor que seria destinado ao Fundo Eleitoral. Alguns líderes políticos tentaram aumentar o recurso para R$ 3,8 bilhões, mas diante da resposta do presidente em entrevista, voltaram atrás. O valor aprovado supera a verba de R$ 1,7 bilhões usado nas campanhas de 2018.

Mais na Web