Polícia

Segurança será reforçada em 10 cidades com registro de atentados no Piauí

De acordo com o coronel Lindomar Castilho, mais de 5.200 policiais irão atuar na segurança durante as eleições, e desses, 1.400 serão destinados ao interior do estado.
12/11/2020 06h30 - atualizado

Devido aos episódios de atentado contra candidatos e agressões entre adversários políticos, o comando da Polícia Militar do Piauí (PMPI) informou que a segurança será reforçada em dez cidades do estado na véspera e no dia das eleições municipais que serão realizadas no próximo domingo (15).

De acordo com o comandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho, nas cidades em que há registro de acirramento entre os adversários a PM irá designar oficiais que atuam na região para reforçar a segurança. Dentre as cidades que terão o policiamento reforçado, está Dirceu Arcoverde, Dom Inocêncio, Luzilândia, Pedro II e Porto, além de outros municípios.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraCoronel Lindomar CastilhoComandante da PMPI, coronel Lindomar Castilho

Segundo o coronel Lindomar Castilho, o plano de segurança para as eleições 2020 já foi apresentado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), e que ao todo serão gastos cerca R$ 2,1 milhões. As despesas incluem o deslocamento dos militares, pagamento de diárias e indenizações para compra de folga.

Ainda conforme o comandante da Polícia Militar do Piauí, mais de 5.200 policiais irão atuar na segurança durante as eleições, e desses, 1.400 serão destinados ao interior do estado. Durante a votação, a PM irá contar com um Centro de Comando e Controle integrado com o TRE-PI e com o Ministério da Justiça.

Mais na Web