Política

“Serei candidato a governador para mudar o Piauí”, diz Ciro Nogueira

O senador reafirmou que há grandes chances dele ser o candidato para disputar o comando do Palácio de Karnak nas eleições de 2022.
04/04/2021 07h30 - atualizado

O senador Ciro Nogueira (Progressistas) voltou a reafirmar o desejo de ser governador do Piauí e comentou, em entrevista ao Viagora, que se a eleição para o Governo do Estado fosse hoje, ele seria candidato ao Palácio de Karnak.

Segundo o senador e presidente nacional do Progressistas, ele está liderando as pesquisas de intenção de votos para as eleições de 2022, onde serão eleitos governadores, deputados federais, estaduais e senadores. Para Ciro, há grandes chances dele ser o candidato para disputar o Karnak, levando com consideração que ele possui o apoio de boa parte dos prefeitos do Piauí e que existe uma “vontade popular” para isso.

“Eu volto a dizer, se fosse hoje eu seria candidato. Estou disparado nas pesquisas, tenho praticamente a totalidade dos prefeitos me apoiando, existe a vontade popular. É um ciclo que está se encerrando aí no estado do Piauí, mesmo ciclo que se encerrou com a Prefeitura de Teresina está se encerrando no Governo do Estado. Hoje, você vê o governador todo dia na televisão, está perdendo nas pesquisas para o Senado. Existe uma vontade de mudança muito grande, agora ninguém é candidato de si mesmo. Eu só serei candidato a governador se a população quiser, se as lideranças quiserem e tiver esse sentimento de mudança. É uma decisão que nós iremos tomar”, disse o senador.

  • Foto: ViagoraSenador Ciro Nogueira (Progressistas)Senador Ciro Nogueira (Progressistas)

Ciro afirmou que, além do seu nome estar à disposição, há outros nomes que poderão se aliar ao Progressistas para somar forças nas eleições de 2022, como o do ex-senador e presidente estadual do PTB, João Vicente Claudino, e do ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB). O senador completa que também há nomes fortes dentro do partido, como as deputadas Iracema Portella, Margarete Coelho e o senador Elmano Férrer. Ciro afirma que se este cenário se mantiver até o próximo ano, ele será o candidato, o que para ele seria a realização de um “sonho”.

“Agora, tem outros nomes que nós vamos ter aí, que estão vindo somar, agora, as oposições: o empresário João Vicente Claudino, tem o ex-prefeito Firmino Filho, que está liderando para o Senado. São nomes de peso muito importante. Tem as deputadas no nosso partido, deputada Iracema, deputada Margarete, senador Elmano, são nomes de peso que podem disputar essa eleição. Agora, hoje o meu nome é mais forte, e se fosse hoje eu seria o candidato. Se chegar dessa forma, eu serei candidato para mudar a realidade do estado do Piauí e realizar esse meu sonho de fazer uma grande gestão como governador do nosso estado”, completou.

Mais na Web