Polícia

Setut e Strans determinam fim da greve no transporte público

A decisão foi tomada em uma reunião entre as entidades realizada sem a presença de representantes de motoristas e cobradores.
21/06/2018 15h14 - atualizado

Em uma reunião realizada nesta quinta-feira (21), o Sindicato das Empresa de Transportes Urbanos de Teresina (Setut) e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), foi detrminado o fim da paralisação de motorista e cobradores do transporte coletivo de Teresina. O movimento começou na manhã de hoje, quando a categoria se recusou a retirar os ônibus da garagem.

O encontro entre os representantes da categoria foi coordenado pelo Desembargador Manoel Edilson, sendo realizado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), com a participação de representes do Setut e da Strans. Porém, segundo o superintendente da Strans, Carlos Daniel, a reunião contou com a presença dos empresários e dos representantes do município.

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de TeresinaPrefeitura firma parceria com WRI para o desenvolvimento de transporte sustentável em Teresina.Strans anuncia fim da paralisação dos motoristas

“Sentimos a falta dos representantes do motoristas e cobradores. Mas, apesar da ausência, o desembargador determinou que a paralisação fosse encerrada imediatamente e que fosse feito o depósito na conta do Setut, como parte do pagamento da dívida”, disse.

Após a autorização judicial, foi liberado o pagamento de R$ 1 milhão como antecipação referente a uma dívida negociada com o Setut, referente aos subsídios para custear o sistema de transporte público da capital, como gratuidades e congelamento da meia-passagem para estudantes.

Já o pagamento dos rodoviários da capital não é de responsabilidade do município, mas das empresas, por envolver questões trabalhistas. Os motoristas e cobradores já estão voltando ao trabalho. “A nossa expectativa é que até o final do dia a frota esteja rodando normalmente”, finalizou o superintendente.

Mais na Web