Polícia

Suspeito de matar policial em Paquetá é preso após operação da PM

Cabo era lotado no Batalhão de Oeiras e foi morto dentro da sede da PM de Paquetá.
  • MARCOS CUNHA
11/05/2017 17h03 - atualizado

O homem acusado de matar o policial militar Daniel Marcos Ferreira na manhã de hoje (11), dentro da sede do Grupamento Militar no município da cidade de Paquetá, já foi capturado após uma operação de busca da PM. O suspeito identificado apenas como Wagner, estava escondido dentro de um matagal da cidade.

Com o suspeito, a Polícia encontrou duas armas de fogo, sendo uma do policial militar assassinado e um revólver calibre 32, ainda de procedência desconhecida. Após a prisão, ele foi encaminhado para a Delegacia Regional de Oeiras, responsável por atender o município de Paquetá, onde presta esclarecimentos pelo crime. O cabo Daniel era lotado no Batalhão de Oeiras, e cumpria expediente na cidade vizinha.

  • Foto: Divulgação/Polícia MilitarWagnerWagner

A operação de buscas contou com os efetivos de várias cidades da região, dentre eles o de Picos, Oeiras, Paulistana e Fronteiras.  “O cerco foi fechado, não tinha como ele escapar”, declarou o coronel Edwaldo Viana, comandante da Polícia Militar de Picos.

O caso

Populares teriam informado a Polícia que um homem estranho estava circulando pela cidade, e cabo Daniel Ferreira o localizou e encaminhou até a sede do Grupamento de Polícia Militar de Paquetá do Piauí. O suspeito teria aproveitado a desatenção do policial, pegou a arma e desferiu vários disparos contra o policial, que teve morte imediata no local.

Mais na Web