Piauí

TRE do Piauí absolve deputada federal Iracema Portella

A ação contra a deputada relatava abuso de poder econômico e irregularidades na prestação de contas da campanha eleitoral de 2014.
  • ANA RAQUEL COSTA
13/03/2017 16h11 - atualizado

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí julgou na manhã desta segunda-feira (13) a ação contra a deputada federal Iracema Portella (PP). Por maioria de votos, 4 a 2, a corte do Tribunal Regional Eleitoral, julgou improcedente a ação de investigação da justiça eleitoral contra a deputada, mantendo-a no cargo. 

  • Foto: Facebook/Iracema PortellaIracema PortellaIracema Portella

A Ação de Investigação da Justiça Eleitoral (AIJE) foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral, com a acusação de abuso de poder econômico e irregularidades na prestação de contas da campanha eleitoral de 2014. Segundo a assessoria do TRE, os dois votos que pediram a procedência da ação foram do juiz federal Geraldo Magela e do juiz Antônio Lopes, que se mostraram a favor da cassação de diploma e registro, desaprovação de contas e declaração de inelegibilidade da deputada.

Os quatro votos que decidiram a absolvição da deputada estavam nos termos do voto do relator do processo, desembargador Edvaldo Pereira Moura.

Mais na Web