Viagora

Sesapi prepara primeiro mutirão de cirurgias de 2022 em Picos

Segundo a Sesapi, a ação é realizada até 13 de janeiro e faz parte do último bloco do Projeto de Mutirões do ano de 2021.

Nesta segunda-feira (10), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), divulgou a realização da triagem dos pacientes que participarão do primeiro mutirão de catarata no município de Picos em 2022. A ação é realizada até 13 de janeiro e faz parte do último bloco do Projeto de Mutirões do ano de 2021.

O secretário de saúde, Florentino Neto, esteve na tarde dessa segunda-feira (10) no município para acompanhar o processo de consultas e afirma que a Sesapi vai acompanhar todo o processo dos pacientes. "Queremos acompanhar todo o processo desde a triagem dos pacientes”, relata o gestor.

  • Foto: Divulgação/SesapiFlorentino Neto em visita a Mutirão de Catarata no município de Picos.Florentino Neto em visita a Mutirão de Catarata no município de Picos.

A diretora de descentralização e organização hospitalar da Sesapi, Joselma Oliveira, informou que até o momento foram realizadas 668 consultas preparatórias para as cirurgias necessárias.

“Do total de 668 consultas, 549 cirurgias já foram confirmadas. No total, devem ser realizadas 1.462 cirurgias em Picos”, explica a gestora.

A Sesapi anunciou ainda que as cirurgias serão realizadas em dois momentos diferentes, no período de 27 a 29 de janeiro e no período de 31 de janeiro a 02 de fevereiro. O mutirão beneficiará ao total 1.462 pacientes através de exames e cirurgia.

  • Foto: Divulgação/SesapiConsultas realizadas pela Sesapi.Consultas realizadas pela Sesapi.

O secretário Florentino Neto explicou ainda que os mutirões visam auxiliar na diminuição da fila por uma cirurgia oftalmológica para tratamento da catarata.

“Os mutirões têm ajudado pessoas em todo o Piauí que já estavam na fila de espera pela cirurgia. Queremos dar mais qualidade de vida para quem tem o problema de catarata. Todos os que forem aprovados na triagem serão submetidos à cirurgia”, declarou.

Facebook
Indicado para você
Veja também