Viagora

Franzé pede que Prefeitura de Teresina mantenha contrato com APAE

O deputado estadual encaminhou um ofício ao prefeito da capital nesta quarta-feira (19), solicitando que a decisão de não renovar o contrato com a Associação seja revertida.

Nesta quarta-feira (19), o deputado estadual Franzé Silva (PT) encaminhou um ofício ao prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, solicitando que o gestor reverta a decisão de não renovar o contrato com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Teresina (APAE).

O parlamentar avaliou como um “retrocesso na assistência social e defesa das pessoas com deficiência” a medida adotada pelo prefeito da capital. Franzé pede ainda que o contrato com a instituição seja mantido.

Foto: Luís Marcos/ ViagoraDeputado Franze Silva
Deputado Franze Silva

O deputado estadual pontua que é necessário dar atenção as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social que são beneficiadas pela Associação.

“Entendemos que, mais do que uma questão de gestão, de discricionariedade da administração municipal, é preciso pensar na vulnerabilidade das pessoas atendidas e as especificidades de suas demandas, que exigem dos profissionais sensibilidade, experiência e confiança para a construção dos vínculos necessários aos tratamentos”, escreveu o gestor.

Conforme a presidente da Associação, Gardênia Moura, o secretário municipal de Cidadania e Assistência Social, Márcio Allan, solicitou a pedido do prefeito que fossem demitidos funcionários para acomodar 30 indicados políticos.

“Agora na gestão do Márcio Allan, secretário de Cidadania e Assistência Social, ele afirmou ter recebido uma ordem do prefeito e era uma questão política, que precisava cumprir com questões de eleição e acomodar as pessoas. Pediu que eu demitisse 30 pessoas da noite para o dia, para empregar as pessoas de uma lista dele, inclusive a lista veio pelo WhatsApp”, detalha a presidente da APAE.

O parlamentar Franzé Silva ressaltou também que é dever do gestor público dar assistência e dignidade para as pessoas em vulnerabilidade.

“é dever indesviável do gestor público zelar pela dignidade de vida de todos, protegendo, sobretudo, aqueles que mais precisam. Sendo assim, considerando a importância da APAE e dos serviços por ela prestados ao longo de décadas, contamos com a sensibilidade do prefeito para a manutenção do contrato”, complementou o deputado.

Facebook
Indicado para você
Veja também