Viagora

"Tem que ter fidelidade as decisões da federação", declara Dudu

O vereador continuou afirmando que vai se posicionar sobre essas divergências no momento que a conjuntura for formalizada.

Nessa quarta-feira (13), o Vereador Dudu Borges falou sobre a declaração da deputada Teresa Britto sobre a posição de continuar independente, apesar da nova conjuntura de federação entre os Partidos PT, PV e PCdoB.

Ao Viagora o vereador reforçou que no momento da formalização da federação quem não se adequar vai sofrer sansões.

“Eu acho que a Federação ela tem força partidária e uma das questões da Federação é a fidelidade partidária, fidelidade tem que ter fidelidade as decisões da federação e a Federação PT, PV E PCdoB ela tem uma composição nacional e uma composição aqui no estado, quem não se adequar, no momento oportuno, vai sofrer as sanções cabíveis, até a convenção ainda se admite  qualquer tipo de debate, qualquer tipo de questão, assim que formalizar, formalizou a federação aí fica quem quer acompanhar a federalização, aí quem não quer vai cassar seu rumo. Então eu acredito que o PT vai tá finalizando com o PV e o PCdoB nos próximos dias, acredito que antes dos prazos institucionais das federações finais que é 31 de maio e aí sim, aí nós vamos tomar uma posição”, afirmou.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraVereador Dudu
Vereador Dudu

O vereador continuou afirmando que vai se posicionar sobre essas divergências no momento que a conjuntura for formalizada, mas que não vai permitir que quem não está em consonância com a decisão continue no bloco.

“Eu particularmente, como sendo do PT com a chapa nacional Lula presidente, aqui no estado Rafael Governador, Wellington Dias como senador, nós temos uma bancada de candidaturas estadual e federal, então nós não vamos aceitar, nem permitir, que quem não quer compor esse bloco fique aqui pra tirar o devido proveito que é se eleger, sem tá em consonância com o projeto dessa federação aqui do estado, então o tempo institucional é até ser homologado a federação, depois disso aí eu me posiciono”, disse o petista.

O parlamentar também afirmou que vai tomar as providências contra os membros que não estiverem em acordo com a federação.

“Eu, como do PT, como direção do partido, como parlamentar, como um cidadão vou pedir as devidas providências, não só para a Teresa Britto, quem não quiser estar nessa federação que não quer tá dentro desse campo, tem toda a legitimidade, tem todo o direito de ir pra onde quiser, agora ficar dentro, conspirando contra é zero possibilidades, zero, isso aí eu afirmo. Zero possibilidade de alguém ficar nessa federação depois de homologada sem acatar a decisão geral”, concluiu.

Facebook
Indicado para você
Veja também