Viagora

Convocação de concursados depende de parecer da PGE, diz Carlos Augusto

O deputado estadual integra a Comissão de Segurança Pública que discute a cláusula de barreira do concurso da Polícia Militar do Piauí.

Nesta quarta-feira (15), a Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, realizou uma audiência para debater sobre a cláusula de barreira do concurso da Polícia Militar do Piauí, o evento ocorreu no Plenarinho, localizado na Assemblia Legislativa do Piauí (Alepi), por volta das 10h.

A convocação dos 565 candidatos que foram classificados e considerados excedentes no concurso público realizado pela Polícia Militar do Estado do Piauí depende de um parecer que será encaminhado nos próximos dias pela Procuradoria Geral do Estado para a governadora Regina Sousa

De acordo com o deputado estadual Marden Menezes (Progressistas), que efetuou o requerimento da convocação, o rompimento da cláusula não infringi nenhuma lei. “A quebra da clausula de barreira não fere nenhuma lei, pelo contrário, ela está facilitando o acesso da juventude ao mercado de trabalho”, disse.

Foto: Viagora / Amanda SantilianaAudiência para debater cláusula de barreira na Alepi
Audiência para debater cláusula de barreira na Alepi

Ainda de acordo com Marden Menezes, o deputado estadual Carlos Augusto (MDB), afirmou que existe um movimento no poder executivo para interpor a cláusula. “Há um movimento a nível de poder executivo, pelo reconhecimento do erro que o governo fez ao interpor uma clausula de barreira que impede que todos os concursados com nota mínima acima possam em um cadastro de reserva, e um cadastro de reserva em se tratando de concurso público, é preciso até para não desperdiçar todo o investimento que é feito na realização de concurso”, comentou.

Segundo o deputado Coronel Carlos Augusto (MDB), a comissão aguarda a decisão da governadora do Piauí e do Jurídico do estado. “Aprovamos um requerimento na Assembleia, estive em audiência com a governadora Regina Sousa que recebeu muito bem a ideia, e nós estamos aguardando a decisão dela e do jurídico do estado, sobre essa possibilidade que nós acreditamos ser possível”, afirmou.

Estavam presentes na audiência além dos deputados estaduais Marden Menezes (PP), Carlos Augusto (MDB), compareceu também o vereador Ismael Silva (PSD), representantes do Comando Geral do Polícia Militar, e da Associação dos Bombeiros Militares do Piauí.

Facebook
Indicado para você
Veja também