Viagora

Nova Ceasa registra aumenta nas vendas de produtos juninos em Teresina

De acordo com supervisor operacional, Marcos Massaranduba, o relatório de comercialização apontou um crescimento de 4% nas vendas de junho, se comparado ao mesmo período do mês de maio

O relatório de comercialização da central de abastecimento divulgado nesta segunda-feira (20), aponta que as festas juninas aqueceram as vendas da Nova Ceasa na primeira quinzena de junho.

Conforme o relatório, alguns itens se destacam na comercialização e são, tradicionalmente, bastante procurados neste período. Entre eles estão o milho verde, coco seco, batata doce, macaxeira, feijão verde e amendoim

Foto: Luis Marcos/ ViagoraCeasa
Ceasa

De acordo com Marcos Massaranduba, supervisor operacional da Nova Ceasa, o relatório de comercialização apontou um crescimento de 4% nas vendas de junho, se comparado ao mesmo período do mês de maio. “As festas juninas ajudam a aquecer as vendas, pois é quando se comemoram os dias de Santo Antônio, São João e São Pedro. Neste período de festividades, quem festeja mesmo são os permissionários da Nova Ceasa, com o aumento da venda de produtos típicos”, disse o supervisor.

Ainda de acordo com o relatório, a expectativa é de que, ao fim do mês, tenha um crescimento em torno de 8% nas vendas desses produtos típicos, na comparação com o mesmo período do ano passado. “Junho é o terceiro melhor mês de vendas no entreposto piauiense, ficando atrás apenas do período da Semana Santa e das festas de fim de ano. É tradição, por conta disso, os permissionários da central de abastecimento se preparam, reforçando os estoques para as festas juninas” relata o gestor.

Laurieno de Sousa vende milho verde na Nova Ceasa e diz que esta é a época do ano que mais comercializa o produto. “Vendo demais milho em junho. Este período é como se fosse o meu Natal. Isso acontece porque, nas festas juninas, ele é consumido de diversas formas: cozido ou assado, na espiga, na forma de pamonha, canjica ou de mingau, além de ser utilizado como matéria prima de bolos, sorvetes e pudins. É venda muita!”, assegura o permissionário.

Por: Thuanne Carvalho

Facebook
Indicado para você
Veja também