Viagora

Agespisa faz reunião para discutir adequação a lei de proteção de dados

Foram planejados os processos necessários para adequação á lei, com o objetivo de preservara a confidencialidade dos dados dos clientes e funcionários.

Nessa sexta-feira (03), a Empresa de Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa), realizou uma reunião para discutir a implementação na implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrou em vigência em 2020, para proteger dados pessoais de pessoas físicas ou jurídicas.

De acordo com informações divulgadas pelo Governo do Estado do Piauí, foram planejados os processos necessários para adequação á lei, com o objetivo de preservara a confidencialidade dos dados dos clientes e funcionários.

Ainda de acordo com informações do governo do estado, serão realizados mapeamentos de dados, atualizações cadastrais e contratuais, além de avaliação e melhorias da política de segurança do sistema utilizado pela empresa. O projeto de implementação também vai abranger o tratamento de dados, desde a coleta, armazenamento e compartilhamento até o descarte.

Segundo o presidente da Agespisa, Leonardo Sousa, a companhia está a frente no quesito de buscar se adequar a lei de proteção de dados. “A Agespisa sai à frente ao buscar conformidade à Lei Geral de Proteção de Dados. Ao longo do processo, os colaboradores serão fundamentais para garantir práticas corretas de segurança e proteção de dados devidamente alinhadas à legislação vigente”, afirmou.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Agespisa

Governo do Piauí

Facebook
Indicado para você
Veja também