Viagora

Projeção para crescimento do PIB é elevada a 1,7% em 2022, aponta FMI

De acordo com Fundo Monetário Internacional, a estimativa é que a taxa vá para 1,7%, número expressivamente superior ao 0,8% registrado em abril.

Nesta terça-feira (26), o Fundo Monetário Internacional (FMI), divulgou através do relatório Perspectiva Econômica Global, uma estimativa que elevou expressivamente o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano, indo de 0,8% para 1,7%.

De acordo com o FMI, apesar do aumento, a estimativa segue abaixo da meta estabelecida pelo Ministério da Economia, que calcula uma elevação de 2% em 2022, e 2,5% até o fim de 2023.

No entanto, o relatório do Fundo Monetário aponta que em 2023 a expansão do PIB será de 1,1%, menor que a meta governamental, e até mesmo do levantamento da FMI realizado em abril.

Conforme informações do FMI, o atual cenário do PIB nacional impulsionou para o crescimento da América Latina e Caribe. A região conta até o momento com um aumento de 3% neste ano de 2022, 0,5 ponto a mais que o relatório anterior.

PIB Global

Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), o PIB global apresentou queda, indo de uma previsão de 3,6% registrada no relatório de abril, para 3,2% neste relatório atual.

O economista-chefe do FMI, Pierre-Olivier Gourinchas, disse em comunicado que a estimativa apresentou queda significativa. "A perspectiva piorou significativamente desde abril. O mundo poderá em breve estar à beira de uma recessão global, apenas dois anos após a última", explicou o profissional.

Com informações da Agência Brasil.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

PIB

Ministério da Economia

Facebook
Indicado para você
Veja também