Viagora

Quero que o Piauí volte a ser orgulho, diz candidato Sílvio Mendes

Nesse sábado (30), foram lançadas as candidaturas de Sílvio ao governo, Iracema Portella a vice e Joel ao senado no Piauí.

O ex-prefeito de Teresina e candidato ao Governo do Piauí, Sílvio Mendes (União Brasil), falou nesse sábado (30), durante a Convenção Partidária do grupo da oposição, sobre seus projetos de governo e metas para realizar no Estado, caso seja eleito nas eleições deste ano.

Sílvio Mendes afirma que o objetivo juntamente com a candidata a vice-governadora Iracema Portella (Progressistas) e o candidato a senador, Joel Rodrigues (Progressistas), é cuidar das pessoas, e ter um Piauí que possa ser um orgulho para a população. Ele destaca que o papel do governo é “cuidar do pequeno e do grande”.

Foto: Bruna Sousa/ViagoraCandidato ao Governo do Piauí, Sílvio Mendes (União Brasil)
Candidato ao Governo do Piauí, Sílvio Mendes (União Brasil)

“Acho que não roubar e não deixar roubar, é um dever, para mim é uma virtude. Problema é que nos últimos meses me assustou o Piauí com tantas notícias ruins. E hoje é um dia de festa, é um dia apontar um futuro, de apontar um rumo claro, de olhar com a Iracema e o Joel um Piauí diferente, que ele volte a ser orgulho de aumentar a autoestima das pessoas, que as pessoas sejam protegidas na sua dor, que sejam acalentadas. Mas é papel de um governo, cuidar do pequeno e do grande, dos dois, mas preferencialmente dos pequenos”, disse Sílvo

De acordo com o candidato ao Palácio de Karnak, ao percorrer pelos municípios, a população se queixa de quatro necessidades, são elas: saúde, educação, segurança pública e oportunidade de trabalho. Sílvio Mendes frisa que caso seja eleito, essas são as principais metas para mudar no Piauí. Segundo ele, o estado teve um governo ineficiente, e destaca que caso a população o escolha, cuidará "do que pertence a todos". 

“Cuidar das pessoas. E como é que se cuida das pessoas? Nós andamos em mais de 200 municípios, nós já andamos e rodamos equivalente a uma volta ao mundo. Então ouvimos muita gente na rua, nas reuniões e eles apontam quatro necessidades principais, a saúde que precisa atender a dor e sofrimentos, e isso nós fizemos durante 12 anos em Teresina, a segurança pública tem que obrigatoriamente atender o cidadão e seu patrimônio, isso é responsabilidade do Estado que não tem feito, a educação que precisa dar exemplos, não como esses exemplos que temos visto por aí, mas bons exemplos e abrir os horizontes dos jovens principalmente, que possa garantir um futuro melhor do que o nosso, e a oportunidade de trabalho e renda, que as pessoas possam viver com dignidade sem viver de favor ‘desse e daquele’. O Piauí se caracteriza por ter uma população mais da metade ganhando menos que um salário mínimo, já foi o quarto estado mais rico do Brasil, o que aconteceu de lá pra cá? Governos ineficientes e tem que ser eficientes, nós não temos nenhum compromisso com o erro, qualquer desvio de conduta não será tolerado, porque nós vamos cuidar do que pertence a todos, é assim que deve ser e será se a população entender e nos escolher”, destacou.

Questionado sobre infraestrutura, Sílvio Mendes explica sobre serão as prioridades no seu governo, caso seja eleito.  “Você pode ter certeza que será feito um diagnóstico, para a gente ter essas informações. Você pode ter certeza que nós não vamos pintar com lama asfáltica as estradas, o buraco será resolvido e as pessoas possam andar com mais segurança, então as estradas é um dos problemas mais sérios da infraestrutura. No cerrado que produz a cada 100 reais, mais de 70 de renda dando emprego e renda ao estado do Piauí, mas tem infraestrutura, não tem estrada, não tem energia e não tem segurança da terra, temos que resolver isso. É porque existe algumas quadrilhas vendendo o que não tem, enganando as pessoas, e o investidor quer segurança naquilo que investe, senão ele quebra e fecha a porta", explicou o candidato.

Facebook
Indicado para você
Veja também