Viagora

MDB deve indicar vice se apoiar Fábio Novo, diz Cícero Magalhães

O presidente do PT também afirmou que é um direto do MDB discutir sobre uma candidatura própria, mas que existe na sigla espaço para participar da chapa majoritária.

O presidente municipal do PT, o ex-deputado Cícero Magalhães, declarou nesta quarta-feira (27), que se o MDB marchar junto a pré-candidatura de Fábio Novo à Prefeitura de Teresina, a sigla poderá indicar a vaga de vice.

Cícero prestigiou o evento que oficializou o apoio do PSD ao petista, onde na oportunidade destacou a importância da adesão. Magalhães também explicou como andam as tratativas com o MDB, ainda sem avanços, tendo em vista que as decisões acontecerão somente em 2024.

Foto: Matheus Santos/ViagoraCícero Magalhães.
Cícero Magalhães.

“Foram feitas várias conversas ainda no início do ano, não só por mim, mas também pelo deputado Fábio Novo e o governador. Na conversa que tive com Georgiano ainda no primeiro semestre ele me dizia que eles iriam lançar um nome e se não ‘pegasse’ eles estariam até o final do ano abertos para conversar com o PT. A nossa grata surpresa foi o apoio do PSD, o terceiro maior partido do estado, é muito importante para a pré-campanha do companheiro Fábio Novo, que tem 11 partidos lhe apoiando. Nós estamos construindo uma candidatura sólida e não tenho dúvida da vitória em 2024”, explicou.

Segundo o presidente do PT, o pré-candidato já possui o apoio de 11 partidos e batalha para conquistar ainda mais, como o MDB. Cícero pontuou que é legítima a pré-candidatura de Paulo Márcio (MDB) e que existe espaço para a sigla neste projeto político para 2024.

“Cabe mais, a vaga de vice é uma organização e articulação do governador e do próprio pré-candidato. O PT já fez sua discussão, fez a sua escolha então temos que ter essa maleabilidade, para que o pré-candidato e o governador façam seus entendimentos. O MDB ficou de até o começo do ano dar a sua posição, se o MDB achar que devam vir com certeza caberá a ele indicar vaga de vice. Eu não acho errado o MDB estar discutindo seu nome, é um direito deles”, enfatiza.  

Facebook
Indicado para você
Veja também