Viagora

Piauienses da rede estadual alcançam 980 pontos na redação do Enem 2023

O secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, parabenizou os alunos através das redes sociais

A divulgação das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aconteceu nessa terça-feira (16) e vários estudantes da rede pública do Piauí têm se destacado. O secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, parabenizou os alunos através das redes sociais e reafirmou que o papel da Seduc é proporcionar as melhores condições para que a educação continue transformando vidas.

“Sempre acreditamos no potencial dos nossos estudantes e agora eles mostraram que os investimentos em educação podem levá-los para um futuro muito melhor. Em 2023, modernizamos a estrutura das escolas, tivemos um planejamento pedagógico bem feito, demos incentivo a professores e alunos, e apostamos nas revisões extras por meio do Pré-Enem da Seduc. Chegou a hora de comemorar a conquista dos estudantes Seduc”, explica o gestor.

Foto: Reprodução/Redes sociaisAlunos destaques no Enem
Alunos destaques no Enem

Os destaques piauienses foram:

Roniel Vilela de Sousa – 980 pontos na Redação e 740,2 em Matemática

Roniel conseguiu notas no Enem 2023 acima das médias nacionais nas áreas de Linguagens, Ciências Humanas e Matemática. Na redação, Roniel conquistou 980 pontos e em matemática conquistou 740,2.

O estudante do Ceti Raldir Cavalcante Bastos, Roniel está entre os estudantes com histórico vencedor ao conquistar medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 2022, no I Torneio de Matemática das Escolas Estaduais do Piauí (TME²) e medalha de cristal na Olimpíada Nacional em História do Brasil.

“Eu acredito que fui premiado em todas as experiências vivenciadas no meu ensino médio e essas conquistas contribuíram para o meu crescimento. Me interessa muito o estudo de análises e números e, por isso, eu pretendo cursar Engenharia Civil ou Ciências Contábeis”, conta.

José Guilherme Pereira – 980 pontos na Redação

José Guilherme, de 18 anos, concluiu o Ensino Médio no Ceti Maria Antonieta, em Valença. Ele enfrentou o certame pela primeira vez e atingiu a marca de 980 pontos na Redação, uma das provas mais importantes do exame.

“Meu sonho é trabalhar em áreas da tecnologia, como Ciências da Computação, Sistemas da Informação ou Sistemas de Computação, algum desses. E pretendo estudar na Universidade Federal do Piauí (UFPI)”, conta.

Thainá Viana Tavares – 980 pontos na Redação

Thainá Viana, 18 anos, concluiu o ensino médio na Unidade Escolar Américo José de Sousa, em Socorro do Piauí. A jovem obteve 980 pontos na redação, uma das provas mais importantes do Enem, e tem o sonho de cursar Enfermagem. Ela ressaltou que empenho e dedicação nos estudos foram essenciais para alcançar o excelente resultado, bem como as diversas estratégias de revisão.

Elane da Silva Nascimento – 980 pontos na Redação

Elane da Silva, estudante do CETI Pedro Coelho de Resende, localizado no município de Boa Hora, atingiu 980 pontos na redação do Enem. A jovem pretende cursar Engenharia Civil.

“É muito gratificante poder alcançar esse resultado que tanto sonhei. Estou muito feliz em saber que todo meu esforço valeu a pena. Foram muitas noites estudando para alcançar essa nota”, comemorou a jovem.

Ana Caroline Brandão e Ana Beatriz Brandão – 980 e 940 pontos na Redação, respectivamente

Em Teresina, as irmãs gêmeas, Ana Caroline Fonseca Brandão e Ana Beatriz Fonseca Brandão, de 17 anos, alunas do CETI João Henrique de Almeida Sousa, localizado na zona sul da capital, estão comemorando o excelente resultado da Redação do Enem, com nota que equivale ao peso máximo no exame.

Caroline obteve a pontuação de 980, enquanto Beatriz alcançou 940 pontos na Redação. Com as notas, as irmãs desejam seguir juntas no ensino superior ao cursar Arquitetura e Urbanismo.

“O estudo em casa era só um suporte para o que era visto na escola. São nove horas em sala de aula, com um corpo docente mais que preparado, que explica o conteúdo de forma didática, simplificada e que estava sempre pronto para tirar nossas dúvidas. Isso foi de extrema importância para que os alunos conseguissem bons resultados”, conta Ana Caroline.

Com informações da Seduc-PI.

Facebook
Indicado para você
Veja também