Viagora

Republicanos se posicionará sobre apoio se houver 2º turno, diz Dr. Pessoa

O prefeito municipal revelou que o partido ficará neutro no campo majoritário e que não pretende tender para o lado da oposição com Ciro Nogueira ou base governista de Wellington Dias.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, declarou em entrevista ao Viagora que vai se posicionar sobre o apoio do Republicanos no campo majoritário somente diante de um segundo turno das eleições. O gestor municipal ainda comentou sobre a reunião que o partido deve realizar nesta sexta-feira (10).

Dr. Pessoa garantiu que o encontro com os correligionários irá acontecer, pois testou já negativo para a covid-19. O prefeito foi diagnosticado com a doença no dia 29 de maio e está se recuperando desde então.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraPrefeito de Teresina, Dr Pessoa
Prefeito de Teresina, Dr Pessoa

“Vai acontecer, se tivesse testado positivo eu não iria, amanhã só será suspenso se eu testar positivo, hoje eu testei e dei negativo, mas amanhã vou repetir”, explica.

Questionado sobre o objetivo da reunião, Dr. Pessoa explicou que o Republicanos irá tratar sobre a terceira e a chapa proporcional. O gestor também revelou que o partido ficará neutro no campo majoritário até o dia 02 de outubro.

“Vamos tratar de assuntos políticos, o que desejo o início nós já estamos dizendo a terceira via e de deputado federal para baixo. Não, votar eu voto no Bolsonaro, mas nenhum candidato a senador, nem governador ou vice-governador, nada ainda. Desde o início o Republicanos vai ser [neutro], até o dia 02 de outubro vai na própria raia seguir até essa data, de lá se tiver segundo turno tudo indica que vou me posicionar do lado A ou B, então o Republicanos vai se posicionar sobre apoio se houver segundo turno”, garante.  

Em relação à renúncia do vereador Enzo Samuel ao cargo de liderança do prefeito Dr. Pessoa na Câmara Municipal de Teresina, o gestor afirmou que irá dialogar novamente com o parlamentar a pedido do mesmo.

“Eu soube que ele deixou, tem um papel assinado por ele, mas ele já me ligou dizendo que quer ‘reconversar’ comigo segunda-feira e nós vamos conversa, porque ele conversou com outras pessoas”, afirma.

Dr. Pessoa fez elogios ao vereador e destacou que deseja continuar sua aliança com Enzo Samuel “É um homem inteligente, educado, preparado, eu não vou com mimimi se ele quiser continuar comigo abraçarei com certeza absoluta, caso contrário o que eu vou fazer? Não sou político de ficar dizendo ‘venha aqui atrás da porta conversar’, vou levar na seriedade, na competência que ele tem, e mostrar que em primeiro lugar é Teresina, em segundo também”, diz.

O prefeito reforçou que seu objetivo é focar em Teresina e que não deve tender para o lado da oposição de Ciro Nogueira ou da base governista com Wellington Dias. “Então meu objetivo é Teresina, não é fulano, beltrano, se eu votar é no Bolsonaro, mas vou não nem pro lado do Ciro Nogueira, nem para o Wellington Dias, estou na terceira via e não tem declínio meu para apoiar nenhum, nem para o lado majoritário nem de A nem de B, nem senador ou governador”, destaca.

Segundo Dr. Pessoa, o fator tempo impossibilitou o Republicanos a construir a chapa majoritária, visto que a liderança do partido foi assumida no Piauí com 8 dias para finalizar a janela partidária, como explica o prefeito.

“Se eu pego o Republicanos lá no início tinha candidato a governador, mas eu peguei faltando 8 dias para fechar tudo, eu não gosto de tecer palavras me enaltecendo, mas já foi demais ter montado uma chapa para deputado estadual e federal”, conclui.

Mais conteúdo sobre:

Dr. Pessoa

Republicanos

Eleições 2022

Facebook
Indicado para você
Veja também