Viagora

Lançado protocolo de produção de dados de violência contra LGBTQIA+ no Piauí

No Piauí, segundo o anuário, os casos de violência contra LGBTQIA+ alcançou elevado percentuais de aumento.

O Protocolo Cidadão de Produção de Dados de Violência Contra LGBTQIA+ está sendo lançado, através da Secretaria Estadual de Segurança Pública, que visa envolver setores de estatística e análise criminal para a coleta de informações referentes a violência contra a pessoa LGBTQIA+ no Piauí. A execução foi designada para Secretaria de Segurança Pública e Polícia Militar.

No Brasil, foi registrado, em 2020, um aumento nos casos de crimes contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis, trans, queers, pansexuais, agêneros, pessoas não binárias e intersexo (LGBTQIA+), de acordo com o 15° Anuário Brasileiro de Segurança Pública do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Foto: Divulgação/Governo do Estado do Piauío Protocolo Cidadão de Produção de Dados de Violência Contra LGBTQIA+.
 Protocolo Cidadão de Produção de Dados de Violência Contra LGBTQIA+.

Em consideração a mapeamentos independentes, que mostram uma realidade de violência maior que a registrada em órgãos oficiais, estes números publicados pela FBSP podem ser maiores. O grupo Gay da Bahia – Observatório de Mortes Violentas de LGBTQIA+ no Brasil em 2020 registrou 237 assassinatos, número este superior ao dos dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2021.

De acordo com a secretaria, no Piauí, por conta da ausência em registros de mortes coletadas causada por estereótipos históricos construídos, não é possível se medir percentuais no aumento e suas causas com relação a violência contra LGBTQIA+.

Facebook
Indicado para você
Veja também