Viagora

Piauí terá laboratório de estudos de violência contra a mulher

O laboratório visa coletar dados que possam servir de base para a implementação de políticas públicas que ajudem no combate à violência feminina.

Nessa terça-feira (2), o Diário Oficial do Estado (DOE) publicou decreto de número 21.431 que institui laboratório de estudos sobre violência contra a mulher denominado “Elas Vivas Lab”.  O centro de pesquisa vai coletar dados que possam servir de base para a implementação de políticas públicas que ajudem no combate à violência feminina.

De acordo com o decreto, o laboratório será sediado pela Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres do Estado do Piauí (CEPM), órgão que terá parceria com a Secretaria de Segurança Pública para o estudo e análise dos dados. O decreto, em até 45 dias, a CEPM editará portaria disciplinando o funcionamento do laboratório.

Segundo a coordenadora da CEPM, Zenaide Lustosa, o “Elas Vivas Lab” vai ajudar muito no combate à violência contra a mulher, porque os dados quantitativos e qualitativos vão nortear as ações criadas pelo Governo para ajudar na proteção à mulher.

“Para desenvolver políticas, precisamos conhecer melhor o cenário. Por exemplo: apesar da violência física ser mais conhecida, mas as principais queixas das mulheres nas delegacias são referentes à violência moral e psicológica”, destacou Zenaide.

Feminicídio

Segundo o Painel de Monitoramento da Violência contra a Mulher, de janeiro a maio deste ano, no Piauí, a cada 15 dias uma mulher foi vítima de violência de gênero. Além disso, há mais de 12 mil medidas protetivas para vítimas de violência doméstica tramitando na Justiça.

Facebook
Indicado para você
Veja também