Viagora

Celso Barros Neto será empossado na Academia Piauiense de Letras Jurídicas

Celso é advogado e Procurador do Estado do Piauí, tendo sido Presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Piauí por dois mandatos.

O Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, Celso Barros Coelho Neto, será empossado na cadeira número 10 da Academia Piauiense de Letras Jurídicas. A posse acontece nesta quarta-feira (31), às 19h, no auditório da Escola Superior da Advocacia do Piauí (ESA-PI).

Celso Barros Coelho Neto enfatizou que é uma alegria compor a Academia Piauiense de Letras Jurídicas ao lado de grandes operadores do Direito, ocupando a cadeira que um dia foi de seu avô, o jurista Celso Barros Coelho. A cadeira número 10 tem como patrono Antônio Coelho Rodrigues. “Sempre admirei os trabalhos desempenhados e a missão da Academia Piauiense de Letras Jurídicas. As contribuições que os membros dispõem acerca do Direito, beneficiam não apenas a advocacia, mas toda a sociedade. Estou muito feliz por estar ao lado de grandes juristas, de pessoas que admiro e poder deixar também a minha contribuição”, frisou o Presidente da OAB-PI.

Foto: ReproduçãoCelso Barros.
Celso Barros.

Carreira Jurídica de Celso Barros

Celso Barros Coelho Neto é Advogado e Procurador do Estado do Piauí, tendo sido Presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Piauí por dois mandatos (2008/2012). Foi vice-presidente da ANAPE (Associação Nacional dos Procuradores dos Estados).

É Pós-Graduado em Direito Administrativo pela Universidade de Salamanca (Espanha), Pós-Graduado em Direito Constitucional pela UFPI. Especialista em Direito Público e Privado pela Escola da Magistratura do Piauí e tem extensão em Direito Civil na Universidade de Buenos Aires (UBA).

É Membro da Academia Brasileira de Direito (ABD), do Instituto dos Advogados do Piauí (IAP) e da Associação Brasileira de Direito Processual (ABDPRO). Foi Professor Substituto da UFPI e de outras faculdades no Piauí.

Na OAB Piauí, presidiu a Comissão de Estágio e Exame de Ordem (2002/2005), foi Conselheiro Seccional (2001/2003), Secretário-Geral (2004/2006) e Conselheiro Federal da OAB (2015/2018). Foi membro da Comissão Nacional de Acesso à Justiça, da Comissão Nacional de Direito Securitário e da Comissão Nacional de Estudos sobre Compliance do Conselho Federal da OAB. É Coordenador Nacional do Exame de Ordem e pelo segundo mandato, Presidente da OAB Piauí.

Academia Piauiense de Letras Jurídicas

A Academia Piauiense de Letras Jurídicas, que tem a sigla APLJ, foi fundada no dia 1º de outubro de 1981, por professores do Departamento de Ciências Jurídicas da Universidade Federal do Piauí, reunidos na sala dos professores do referido órgão, sendo fundadores, assinando a Ata de Constituição, os seguintes, por ordem alfabética: Balduíno Barbosa de Deus, Fides Angélica de Castro Veloso Mendes Ommati, Joaquim de Alencar Bezerra, Jorge Azar Chaib, José de Ribamar Freitas, Raimundo Barbosa de Carvalho Baptista, a qual foi publicada no Diário Oficial do Estado do Piauí do dia 8 do mesmo mês e ano, retificada para inclusão do professor José Eduardo Pereira, no mesmo Diário Oficial do Estado, em data de 13 do mesmo mês e ano.

Mais conteúdo sobre:

Celso Barros

Facebook
Indicado para você
Veja também