Viagora

"Nós nunca tivemos um grupo político tão forte", declara Ciro

O líder do bloco afirmou que a deputada Iracema Portella e o ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes devem continuar percorrendo o estado em busca de apoio político.

O ministro da Casa Civil Ciro Nogueira (Progressistas), falou sobre as estratégias do grupo político de oposição no estado para o ano de 2022.

O líder do bloco afirmou que a deputada Iracema Portella e o ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes devem continuar percorrendo o estado em busca de apoio político, além de conhecer a realidade das cidades do Piauí.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraSenador Ciro NogueiraMinistro Ciro Nogueira

“Vamos continuar os trabalhos, as pessoas estão percorrendo o estado, o Sílvio a Iracema o Joel levando uma esperança de mudança da gestão do nosso estado e estão sendo muito bem recebido já percorreram mais de 100 municípios, eles precisam percorrer os 224 municípios do estado, conversar com as pessoas, ver a realidade de cada cidade para que possa fazer um grande programa, um grande projeto de governo que possa representar uma grande mudança no estado”

Sobre os adversários políticos do bloco de oposição que tentam enfraquecer o grupo, o senador afirmou que o estado nunca teve um grupo político tão forte na oposição e que a chapa representa um sentimento de mudança para o estado.

Ciro Nogueira ainda ressaltou que a atuação política do governador Wellington Dias tem diminuído e que as pessoas devem perder o medo de fazer oposição a base do governo.

“Faz parte, nós nunca tivemos um grupo político tão forte na oposição, você já ter 150 prefeitos na oposição e isso tendendo a aumentar, um candidato ainda que não se consolidou do governo apesar de uma máquina fantástica, então, existe um sentimento de mudança no estado, isso cada dia que passa que o mandato do governador diminui mais isso vai se fortalecer ainda mais, porque as pessoas vão perder o medo de fazer oposição e isso vai ser consolidar”, declara Ciro Nogueira.

Facebook
Indicado para você
Veja também