Viagora

O Republicanos será vitorioso nesta eleição, diz Gessivaldo Isaías

Em relação as divergências dentro da sigla após o anúncio de apoio do vereador Jeová Alencar ao pré-candidato da oposição Sílvio Mendes, o deputado explica que é natural haver desencontros.

Nessa quarta-feira (08), o deputado estadual Gessivaldo Isaías (Republicanos) afirmou ao Viagora que a reunião marcada para ser realizada pelo partido neste sábado (11), tem o objetivo de organizar o time para as eleições deste ano. O parlamentar pontua ainda que a sigla pretende eleger três deputados estaduais e um federal.

Conforme o deputado, o encontro dos correligionários que ocorre mensalmente e deve ainda promover um incentivo de palavra aos pré-candidatos da chapa proporcional.

Foto: Viagora/ Amanda SantilianaGessivaldo Isaías
Gessivaldo Isaías

“Nós sempre nos reunimos todo mês e à medida que vai chegando próximo a eleição eu acredito que essa reunião marcada pelo presidente estadual que é o Pessoinha é justamente para dar um incentivo de palavra aos pré-candidatos a deputado estadual, federal, eu acredito que também para poder organizar o time, porque ele só ganha se tiver organizado. O partido Republicanos eu tenho certeza que será um partido vitorioso nessas eleições eu acredito em três deputados estaduais e um federal.”, declara.

Em relação as divergências dentro da sigla após o anuncio de apoio do presidente da Câmara de Teresina, Jeová Alencar, ao pré-candidato da oposição Sílvio Mendes, o deputado explica que isso é natural e que todo partido possui desencontros.

“Se perguntarem sobre divergência, qual o partido do Brasil que não tem divergência? Todos têm divergência, só que dentro das reuniões nós vamos ter que convergir para chegar a um acordo tanto se vai ter majoritária, se não vai ter, se vai apoiar o majoritário A, B ou C”, afirma.

Gessivaldo Isaías ainda pontou que mesmo possuindo pensamento diferente dos outros colegas de partido, o Republicanos precisa entrar em um consenso devido o respeito e cumprimento a fidelidade partidária.

“Dentro do Republicano eu tenho a minha linha de pensamento e tem outros que tem a sua linha de pensamento, mas quem vence é a maioria, então quem for vencido vai ter que acompanhar a linha de pensamento do vencedor, ou então, debaixo de acordos que possam acontecer em reuniões tomar posições divergentes, mas acordado com o partido, porque existe uma coisa chamada fidelidade partidária. Então nós não podemos fugir disso é a justiça eleitoral que diz, dentro dessa fidelidade partidária quem se puder se sentir confortável logicamente acompanhando o partido, isso acontece a nível nacional, que fique e se não se sentir ela tem que pedir o partido a liberação para tomar outra ação em relação a isso”, explica.

Questionado sobre grupos dentro do partido que querem apoiar algum pré-candidato a disposição ou se a maioria defende uma terceira via, o deputado afirmou que até o momento a sigla não possui pré-candidato na majoritária e para senador. Diante disso, o Republicano deve debater sobre o assunto quando o cenário estive consolidado.

“A princípio teria sido tratado que o Republicanos não teria candidato a governador e senador, foram as primeiras reuniões. Até o momento não nos foi apresentado nenhum candidato a governador e a senador, então quando for apresentado alguma situação em que há majoritário aí o debate vai entre o partido, sem problema nenhum. Todo partido tem que crescer e se o crescimento passar por isso o partido tem que debater, assim como todos os partidos tem, o Republicanos hoje tem no Estado do Piauí porque cresceu, por isso tem que ter esses debates para poder enriquecer mais ainda as eleições agora de 2022”, pontua.

Mais conteúdo sobre:

Gessivaldo Isaías

Republicanos

Facebook
Indicado para você
Veja também