Viagora

TJ-PI reforça ações contra assédio e discriminação

Segundo o TJ-PI, a denúncia é encaminhada à Comissão de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral, Sexual e à Discriminação do TJ-PI, e ocorrerá de forma sigilosa.

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) informa que os Servidores(as) e magistrados(as) do Poder Judiciário piauiense que se sentirem vítimas de assédio moral, sexual ou discriminação, podem denunciar esses abusos pelo formulário disponibilizado para essas ocorrências.

Segundo o TJ-PI, a denúncia é encaminhada à Comissão de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral, Sexual e à Discriminação do TJ-PI, e ocorrerá de forma sigilosa, de forma que garanta a segurança e privacidade de quem denunciou.

Foto: Divulgação/ TJPINova sede do Tribunal de Justiça do Piauí
Nova sede do Tribunal de Justiça do Piauí

Para quem preferir, o TJ-PI também disponibiliza uma página eletrônica, localizada no Portal do TJ-PI, com informações sobre assédio moral, sexual e discriminação. Na página, constam informações que definem assédio moral, sexual e discriminação, como denunciar e ainda acesso a uma cartilha informativa.

De acordo com a juíza Maria Luiza de Moura Mello e Freitas, presidente da comissão, a intenção é prevenir e coibir qualquer atitude abusiva no âmbito do Poder Judiciário do Piauí. “Nossa intenção é prevenir e coibir qualquer atitude abusiva no âmbito do Poder Judiciário do Piauí. Por isso, disponibilizamos um formulário de denúncia, que tramitará de forma totalmente sigilosa, garantindo ao denunciante completa segurança. Após preencher o formulário e enviar, ele será encaminhado diretamente à Comissão de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral, Assédio Sexual e à Discriminação do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI), que tomará todas as providências pertinentes, sempre resguardando o sigilo do processo.

A juíza ainda afirma que o TJ-PI oferece apoio psicológico às vitimas de assédio moral, sexual e discriminação, por meio da equipe de equipe multiprofissional da Superintendência de Gestão da Saúde e Qualidade de Vida-SUGESQ. “A denúncia é essencial para o enfrentamento do assédio e para a promoção da igualdade e do respeito à diversidade no ambiente de trabalho. O Poder Judiciário do Piauí não coaduna com condutas abusivas e discriminatórias, por isso a página e o formulário para denúncia ficarão disponíveis de maneira permanente e a Comissão continuará suas ações de forma ininterrupta. Não toleramos assédio”, encerra.

Mais conteúdo sobre:

TJPI

Discriminação

Assédio

Piauí

Denúncia

Facebook
Indicado para você
Veja também