Viagora

Piauí registra 10 óbitos por dengue em 2022, aponta Sesapi

De acordo com os dados do Sistema de Informação de Agravos e Notificação, as mortes por dengue ocorreram em quatro municípios piauienses.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) registrou neste ano, 10 mortes por dengue, no estado do Piauí. A ultima vez em que o estado havia registrado mortes por dengue foi no ano de 2019, com 3 vítimas.

De acordo com os dados do Sistema de Informação de Agravos e Notificação, as mortes por dengue ocorreram em quatro municípios piauienses.

Foto: DivulgaçãoAedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.
Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.

Em semanas e epidemiológicas distintas, foram registrados em Teresina, com um óbito na 6° semana, duas mortes na 12° semana, uma morte na 14° semana, dois óbitos na 15° semana e um óbito na 16° semana. Em São Miguel da Baixa Grande, foi registrado um óbito na 7° semana. Na cidade de Pedro II, foi registrado uma morte na 18° semana epidemiológica, e em PIO IX, um óbito na 19° semana epidemiológica.

O superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi ressalta, “Estamos sempre vigilantes a todo e qualquer agravo e com a dengue não seria diferente. Infelizmente estamos com 10 óbitos confirmados este ano. Nosso estado não apresentava mortes pela doença desde 2019, quando 3 pessoas perderam a vida. Mas queremos deixar claro a nossa população que todos esses óbitos são sim analisados pelo nosso sistema de vigilância, que estão sempre 24 horas por dia em observação”, explica.

Segundo o governo do estado, a Sesapi já encaminhou às Regionais de Saúde, 4 mil litros do inseticida Cielo, que ajuda a matar o mosquito. “No momento que recebermos este veneno, já enviamos as nossas regionais, por onde os municípios poderão fazer à solicitação”, explica o superintendente.

O secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior, convoca a população do Piauí para enfrentar a luta contra o Aedes Aegypti, que além da dengue, é transmissor de outras doenças. “Precisamos que nossa população mantenham todos os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito, como não deixar água parada e manter a limpeza de suas casas, tirando locais que possam acumular água e virar criadouro do mosquito”, afirma

Mais conteúdo sobre:

Operação de Combate à dengue

Facebook
Indicado para você
Veja também