Viagora

Mais de 500 mil mulheres receberão absorventes gratuitamente no Piauí

Para pessoas em situação de rua, não há limite de renda. A aquisição para menores de 16 anos deve ser feita por responsável legal.

A iniciativa é uma das ações do Programa de Proteção e Promoção da Saúde e Dignidade Menstrual, que já é executado pelo Governo Federal desde o ano passado. O programa disponibiliza absorventes para meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade menstrual em 31 mil unidades credenciadas.

O objetivo é combater a chamada pobreza menstrual e garantir o acesso à dignidade. A implantação do programa é uma iniciativa conjunta entre as pastas da Saúde; Direitos Humanos e Cidadania; Justiça e Segurança Pública; Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome; Mulheres e Educação.

Foto: Divulgação/Governo do PiauíMais de 500 mil mulheres receberão absorventes gratuitamente no Piauí
Mais de 500 mil mulheres receberão absorventes gratuitamente no Piauí.

O público-alvo é de pessoas que menstruam, entre 10 e 49 anos, o que representa um total de 508 mil piauienses. A oferta é direcionada aos grupos que vivem abaixo da linha da pobreza e estão matriculados em escolas públicas, em situação de rua ou em vulnerabilidade extrema.

Clique aqui e confira os munícios credenciados no Piauí.

Como realizar o cadastro?

Para retirar o absorvente, basta se dirigir a uma unidade credenciada do Farmácia Popular, apresentar um documento de identificação oficial com número do CPF e a ‘Autorização do Programa Dignidade Menstrual’, em formato digital ou impresso, que deve ser gerado via aplicativo ou site do ‘Meu SUS Digital’, com validade de 180 dias.

Têm direito a receber os itens de Higiene nas unidades credenciadas do Farmácia Popular:

Pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico);

Ter uma renda familiar mensal de até R$ 218 por pessoa;

Estudantes das instituições públicas de ensino também devem estar no CadÚnico (nesse caso a renda familiar mensal por pessoa vai até meio salário mínimo, R$ 706);

Para pessoas em situação de rua, não há limite de renda. A aquisição para menores de 16 anos deve ser feita por responsável legal.

Em caso de dificuldade para acessar o ‘Meu SUS Digital’ ou emitir a autorização, basta se dirigir a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), onde agentes de saúde e profissionais podem auxiliar na emissão da autorização. Pessoas em situação de rua também podem buscar os órgãos de assistência social.

Mais conteúdo sobre:

Governo do Piauí

Facebook
Indicado para você
Veja também