Coronavírus no Piauí

Câmara Municipal de Teresina aprova pedido de lockdown por 12 dias

Foi aprovado um requerimento de autoria dos vereadores Enzo Samuel e Joaquim Caldas solicitando a decretação de lockdown em Teresina por 12 dias.
17/03/2021 12h47 - atualizado

Nesta quarta-feira, 17 de março, foi aprovado na Câmara Municipal de Teresina um requerimento de autoria dos vereadores Enzo Samuel (PDT) e Joaquim Caldas (MDB), solicitando a decretação de lockdown por 12 dias na capital piauiense. O requerimento foi aprovado com 16 votos a favor e 8 contra.

Após a aprovação, o requerimento segue para o gabinete do prefeito Dr. Pessoa (MDB), que decidirá se acata ou não o pedido. Como não se trata de um Projeto de Lei, o gestor não é obrigado a sancionar o requerimento ou a justificar por que não adotou a medida.

Segundo o vereador Enzo Samuel, o requerimento visa sugerir mais uma medida ao Poder Executivo para conter o aumento crescente de casos de óbitos em decorrência da Covid-19 e a superlotação em hospitais públicos e privados.

“Precisamos ter um pensamento mais humanitário, por isso defendo o fechamento das atividades por 12 dias. Principalmente para que o comércio possa voltar mais intenso e que não haja mais prejuízos com essas medidas de fechamento semanalmente”, disse o parlamentar.

Anteriormente, o prefeito Dr. Pessoa declarou que é contra adoção de lockdown em Teresina, afirmando que considera negativos os efeitos econômicos provocados por período anterior de isolamento e que nesse momento seria necessária a abertura econômica.

O prefeito deve publicar, ainda hoje, um decreto autorizando a abertura do comércio amanhã (18) e na sexta-feira (19). O decreto municipal vai contra as determinações do decreto estadual publicado no último domingo (14), que estabeleceu o lockdown parcial em todo o Piauí de 18 a 21 de março, autorizando a funcionar apenas os serviços considerados essenciais.

Mais na Web