Saúde

China testa vacina contra coronavírus em grupos de risco

Segundo as autoridades chinesas, o objetivo é reforçar a imunidade de grupos específicos, incluindo trabalhadores da área de saúde, de mercados, dos setores de transporte e serviços.
23/08/2020 12h42 - atualizado

O representante da Comissão Nacional de Saúde, Zheng Zhongwei, disse em entrevista nesse sábado (22), que a China está testando vacinas experimentais contra o novo coronavírus em grupos de alto risco desde julho.

De acordo com o Zhongwei, o objetivo é reforçar a imunidade de grupos específicos, incluindo trabalhadores da área de saúde, de mercados, dos setores de transporte e serviços, e que as autoridades podem expandir o programa para tentar prevenir possíveis surtos durante o outono e o inverno.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até o momento nenhuma vacina foi aprovada em testes finais e em larga escala para ficar provado que é segura e eficiente o suficiente para proteger a população do vírus, que já levou a quase 800 mil mortes no mundo.

As autoridades chinesas confirmaram que as diretrizes para o uso emergencial da potencial vacina foi aprovada em 24 de junho e ainda não foram divulgadas ao público. O veículo estatal Global Times relatou, em junho, que a China estava oferecendo vacina contra o novo oronavírus a funcionários de empresas públicas que viajariam ao exterior.

Mais na Web